Partidos marcam convenções para homologar nomes

O PDT aprovará o nome do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves no dia 16, em solenidade no IFRN
Allan Darlyson
[email protected]

Com nomes definidos para a disputa pela prefeitura de Natal, PDT, PT, PMDB e PSDB se preparam para homologar suas candidaturas nas convenções partidárias. As candidaturas de oposição à prefeita Micarla de Sousa (PV) e ao governo Rosalba Ciarlini (DEM) serão as primeiras homologadas. O PDT lançará o nome do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves no dia 16 deste mês, em evento no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) da Avenida Salgado Filho. O PT confirmará o deputado estadual Fernando Mineiro como candidato no dia 24, em local ainda a ser definido.


O partido do ex-prefeito será o primeiro a realizar convenção. Foto: Ana Amaral/DN/D.A Press

A base do governo Rosalba Ciarlini lançará seus dois nomes no mesmo dia. Os eventos do PMDB, para homologar a candidatura do deputado estadual Hermano Morais, e do PSDB, que terá como candidato o deputado federal Rogério Marinho, ocorrerão no dia 30 deste mês. O evento do PMDB será no Palácio dos Esportes, em Petrópolis. O do PSDB, na Cidade da Esperança. Todas as convenções começarão pela manhã e entrarão pela tarde. Apesar de as datas já estarem confirmadas, nenhum dos pré-candidatos ainda definiu o nome do vice.

Para a formação do cenário eleitoral, só falta mesmo o anúncio oficial da prefeita Micarla de Sousa sobre sua participação no pleito. A prefeita deverá anunciar se disputará a reeleição na próxima semana. Informações extraoficiais dão conta de que Micarla tem articulado sua candidatura nos bastidores.


Hermano Morais tentou o padre Nunes para vice. Foto: Fábio Cortez/DN/D.A Press

Como aliados de primeira hora, a prefeita tem o PP, do vice-prefeito Paulinho Freire, e o PSC, do vereador Osório Jácome. Deverá contar também, caso decida ser candidata, com o PMN, do deputado estadual Antônio Jácome e do presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta. O PV ainda não definiu a data da convenção.

Entre as pré-candidaturas que estão para ser homologadas nas convenções, a dúvida é sobre os nomes que serão indicados para as respectivas vagas de vice. Na chapa que será encabeçada pelo ex-prefeito Carlos Eduardo, ficou acertado que o vice será indicado pelo PSB. Como nomes favoritos despontam oda vereadora Júlia Arruda (PSB), que diz ainda não ter sido sondada pelo partido sobre o assunto, e o do ex-secretário municipal de Obras, Damião Pita (PSB). A convenção do PSB que homologará o vice de Carlos Eduardo ocorrerá no próximo dia 30. O pedetista conta com os apoios de PPS, PSD, PPL e talvez PCdoB.


O PSDB de Rogério fará sua convenção no dia 30, na Cidade da Esperança. Foto: Fábio Cortez/DN/D.A Press

Na chapa petista, a escolha do vice ainda é uma incógnita. Caso o PCdoB deixe o grupo de Carlos Eduardo para apoiar Mineiro, como vem sendo articulado, o vice deverá ser comunista. Caso o contrário, os petistas serão obrigados a sair com uma chapa puro sangue, ou seja, com um vice indicado pelo próprio partido. Entre os nomes lembrados para compor com Mineiro estão o vereador Fernando Lucena (PT), o ex-vereador Hugo Manso e a ex-secretária de Planejamento, Virgínia Ferreira (PT).

Hermano Morais terá como vice um nome indicado pelo PR. O presidente municipal da legenda, Fábio Hollanda, chegou a ser cotado para a vaga. No entanto, as divergências dele em relação à participação do partido no governo Rosalba afastaram a possibilidade. O padre Nunes (PR) também foi sondado para a vaga. Mas, não foi liberado pelo arcebispo metropolinato de Natal, dom Jaime Vieira Rocha, para concorrer ao cargo. O vice será indicado pelo deputado federal João Maia (PR) até à data das convenções. Além do PR, Hermano contará com o reforço do PSDC e poderá fechar com o PHS.

Candidato oficial do governo, Rogério Marinho também ainda não sabe quem será seu vice. O nome sairá dos quadro do Democratas. Será definido pelo senador José Agripino (DEM) e a governadora Rosalba Ciarlini. O ex-deputado federal Ney Lopes de Souza (DEM), que foi candidato a prefeito em 2004 e concorreu ao cargo de vice-governador em 2006, é visto como favorito para integrar a vaga.

Fonte:DN

Deixar um comentário