Nova Cruz/RN -

Cadeia Pública de Nova Cruz recebe equipamentos de segurança
O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) doou uma mesa de raios-X, pórticos detectores de metais e magnetrômetros portáteis.
Por Fagner Farias
A Cadeia Pública da comarca de Nova Cruz, recentemente construída e em fase de implantação, recebeu equipamentos de segurança eletrônica doados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).
 

Entre os equipamentos recebidos, estão uma mesa de raios-X, pórticos detectores de metais e magnetrômetros portáteis idênticos aos já utilizados nas penitenciárias de Alcaçuz e de Parnamirim e no Presídio Provisório dr. Raimundo Nonato, em Natal. Os pórticos e os magnetrômetros portáteis também foram entregues nas cadeias públicas de Mossoró e Caraúbas.
 

Nesta segunda-feira (5) em convênio firmado com o Depen, o Secretário da Justiça e da Cidadania, Leonardo Arruda Câmara, assinou notas de empenho para aquisição de uma cozinha industrial, uma padaria e uma lavanderia para as unidades prisionais.
 

A Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) estima que, com as nomeações dos novos agentes penitenciários, recentemente aprovados em concurso público, a cadeia de Nova Cruz possa iniciar ainda em abril a migração dos presos. Inicialmente, planeja-se esvaziar a carceragem do 8º Batalhão da PM, instalado no centro da cidade para, em seguida, receber presos provisórios de outras comarcas.
 

Dando continuidade ao programa de construção de cadeias públicas, a Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania deverá iniciar nos próximos dias a construção de unidades penais em Ceará-Mirim e Macau, cujas obras foram licitadas, aguardando apenas a expedição das ordens de serviço, assim como também a de Lajes, com recursos já disponibilizados na Caixa Econômica Federal, e uma outra em Parelhas, prevista na programação do Depen para este ano.
Fonte:Nominuto

TIBAU DO SUL
COMEMOROU OS SEUS 47 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLITICA
As comemorações dos 47 anos de emancipação política de Tibau do Sul foram muito elogiadas por todos do município…
A foto ao lado mostra o movimento no pórtico, com o pessoal da 98 FM…
Teve passeio ciclístico pela manhã, lavagem de veículos com a presença da 98 FM, além de distribuição de brindes…logo depois houve a solenidade, com a distribuição de bolo e refrigerantes e sorteio de bicicletas…e em seguida um coquetel no hotel Eurosol…

Estiveram presentes o ex-prefeito de Natal, presidente estadual do PDT e candidato a governador, Carlos Eduardo Alves…Garibaldi Filho, senador…Walter Alves, deputado estadual…e grande parte dos vereadores municipais inclusive o presidente da Câmara, José Odécio Rodrigues…

Na foto ao lado o prefeito Nilsinho, o vice Júnior, os secretários Leonaldo e Cristina Grahn e eu, Carlos Gomes…
Muita gente, de todos os distritos de Tibau do Sul, esteve presente…
Parabéns ao prefeito Nilsinho! Parabéns ao vice prefeito Júnior! Parabéns a todos os colaboradores pela organização…
Fonte: Carlos Gomes

GOIANINHA
A tradicional festa do município de Goianinha, em homenagem a padroeira da cidade, Nossa Senhora dos Prazeres, teve inicio neste domingo, (04), e prossegue por mais sete noites de shows, com as mais variadas bandas de sucesso regional, estadual e nacional, que conta com uma eclética programação.
 

O destaque maior para o cantor Alexandre Pires, que terá sua apresentação no próximo sábado dia 10 do corrente mês. Veja a programação completa de acordo com informações da Prefeitura Municipal de Goianinha.
 

DOMINGO – 04/04 – LIMÃO COM MEL / GERALDINHO LINS
SEGUNDA – 05/04 – SHOW COM ARTÍSTAS LOCAIS
 

TERÇA – 06/04 – NOITE RELIGIOSA – SHOW COM PADRE NUNES
 

QUARTA – 07/04 – TRADICIONAL SHOW DE CALOUROS E ATRAÇÕES LOCAIS
 

QUINTA – 08/04 – REGINALDO ROSSI / JOSÉ ORLANDO / VALBER & VICTOR (SERTANEJO)
 

SEXTA – 09/04 – FORRÓ DO BOM / SAIA RODADA / PIMENTA NATIVA
 

SÁBADO – 10/04 – ALEXANDRE PIRES / CAVALEIROS DO FORRÓ / MEXE VILLE
 

DOMINGO – 11/04 – GAROTA SAFADA / FORRÓ DA PEGAÇÃO / BOYZINHOS DO FORRÓ.

Programa Bolsa Família atende a mais de 325 mil famílias em todo o Estado
Por Valdir Julião Repórter
O Rio Grande do Norte vangloria-se de ser um dos estados onde melhor se executa o Bolsa Família, o carro chefe do Programa Fome Zero do governo federal. Ainda assim e como de resto do Brasil, o programa, que é a menina dos olhos do presidente Lula, não consegue atender a todas as famílias que estão dentro do perfil de pobreza, com renda per capital mensal de até R$ 140,00. No total o PBF, tem 401.951 famílias cadastradas, mas em março deste ano, o número de beneficiadas chegou a 325.208 famílias. Em comparação com o número de famílias consideradas pobres, que chegou a 1,062 milhão em 2008 no Rio Grande do Norte, segundo o Instituto de Pesquisas Aplicadas (Ipea), o Bolsa Família atende um percentual de 32,65% nessas condições.

No entanto, nos últimos três meses o PBF tem aumentado o número de benefícios no Estado, que era de 295.844 famílias em janeiro e passou, no mês seguinte, para 321.278 e, em março, chegou a 325.208 famílias em todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte, segundo o site do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) – www.mds.gov.br – que cadastrou 15,64 milhões de famílias no país, enquanto recebem o Bolsa Família cerca de 12,5 milhões.
O crescimento no número de beneficiados, nos três primeiros meses de 2010, foi de 10%. Em Natal, de acordo com o MDS, o número de famílias enquadradas no perfil do PBF era de 56.717, porém as famílias beneficiadas são 41.632.
 

Ao contrário de outros Ministérios, o MDS não tem delegacia no Rio Grande do Norte, onde o Programa Bolsa Família é gerido, como em outras unidades da Federação, pela Secretaria Estadual do Trabalho, Habitação e Ação Social (Sethas). “O Estado ocupa o primeiro lugar no ranking nacional, como aquele que mais acompanha famílias beneficiárias nas áreas da saúde e educação”, conta o secretário José Gercino Saraiva Maia.
 

Gercino Saraiva diz que o Bolsa Família representa um aporte de recursos financeiros no Estado da ordem de R$ 300 milhões por ano, mas, para ele, o importante são os benefícios sociais que o programa de transferência direta de renda, com as suas condicionalidades, está trazendo para as famílias pobres do Rio Grande do Norte: “O Unicef aponta uma diminuição quanto ao número de crianças vivendo em famílias pobres e, considera o RN como o segundo estado com a maior taxa de jovens com idade entre 15 e 17 anos matriculados no ensino médio”.
 

Segundo o Unicef, o percentual de jovens nessa faixa etária matriculados no segundo grau é de 28,7%, índices reforçados pelo Programa Brasil Alfabetizado, destinado a alfabetizar jovens e adultos, além do Programa Letras no Campo, que está presente em toda zona rural do Estado.
 

Gercino diz que o Unicef informa que o Estado tem a menor taxa de desnutrição entre crianças de zero a dois anos de idade. “Ficamos bem abaixo da média regional de 4,1% em 2007”, reforçou ele.
 

Em relação à mortalidade infantil, segundo Gercino, o Estado apresenta o menor índice: em cada mil nascimentos, 16,3 crianças morrem ao nascer. “Esse índice é menor, até mesmo, do que o índice nacional, equivalente a 17 crianças natimortas”.
 

O secretário também revelou que o Rio Grande do Norte está em terceiro lugar na região Nordeste no percentual de crianças com até quatro meses de idade, que receberam o leite materno como alimento exclusivo (70,8 % dos bebês) e ainda figura em terceiro lugar com o maior percentual de crianças com até um ano de idade que receberam o registro civil (83,2%).
Evolução do Bolsa Família no RN
Em 2010

Janeiro – 295.844 famílias

Fevereiro – 321.278 famílias

Março – 325.208 família

Transcrito:TN – Fonte – MDS

Governador
Iberê Paiva Ferreira de Souza

 

Natalense, nascido em 27 de fevereiro de 1944, Iberê é advogado de formação e tem em sua carreira política dois mandatos como deputado estadual (1971 a 1979) e seis mandatos como deputado federal. Em Brasília, teve uma atuação de destaque, assumiu a reorganização do Orçamento Geral da União, como relator, após o episódio dos “anões do orçamento”, moralizando o sistema que estava desacreditado.
Na Câmara Federal, ainda foi autor de diversos projetos de grande importância, com destaque ao de Apoio à Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Social, que atende mais de 20 mil pessoas somente na área de Agroecologia, através de um investimento superior a R$ 12 milhões.
 

Como secretário de Estado também deixou sua marca por onde passou. Na secretaria de Trabalho e Ação Social (1997-1998), resgatou a valorização dos jovens, com a implantação de um novo modelo de assistência ao público infanto-juvenil. À frente da Secretaria de Agricultura, no governo Wilma de Faria, de 2003 a 2005, Iberê de Souza desenvolveu, através de um Planejamento Estratégico focado na Modernização Gerencial, ações que revolucionaram o setor primário no RN, reestruturando as instituições que dão suporte técnico de comercialização, como a Emater, Emparn e Ceasa.
 

No comando da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Iberê também deixou sua marca, garantindo água farta e de qualidade para milhares de potiguares.

Dados Acadêmicos

1963-1967 – Bacharelado em Direito – UFRN1964 – I Curso Intensivo de Prática Jurídica – UFRN

1969 – Gerência Geral – PUC/RJ

1969 – Aperfeiçoamento para Advogados de Empresas – FGV/RJ

Mandatos Eletivos

1971-1979 – Deputado Estadual (RN)

1986-2006 – Deputado Federal (RN)

2007 – Vice-Governador do Rio Grande do Norte

Cargos Exercidos

1963-1967 – Adjunto de Promotor Público – Santa Cruz/RN

1979-1981 – Secretário-Chefe da Casa Civil do Governo do RN

1981-1982 – Secretário de Governo do RN

1983-1985 – Superintendente da LBA/RN

1985-1986 – Secretário de Governo do RN

1997-1998 – Secretário de Trabalho e Ação Social do Governo do RN

2003-2005 – Secretário da Agricultura, da Pecuária e da Pesca do Governo do RN

2007 – Secretário de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Governo do RN

Um homem com uma trajetória política repleta de lutas, desafios e conquistas. O atual governador do Rio Grande do Norte Iberê Ferreira de Souza vira mais uma página em seus mais de 40 anos de vida pública. Após mais de três anos como vice-governador, Iberê assumiu mais um desafio: governar o Rio Grande do Norte. Responsabilidade conferida pela competência de quem não decepcionou seu povo e por isso, desde que foi eleito pela primeira vez para bancada federal, em 1987, nunca perdeu uma eleição.

Ex-deputado, Múcio Sá é cotado para o Turismo e Fernando Fernandes será deslocado para uma pasta especial da Copa

Além do engenheiro José Arimatéia Fernandes que responderá pelo DER, outros nomes começam a aparecer para setores do novo governo. O ex-deputado Múcio Sá, que foi colega do governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) na Câmara dos Deputados, é cotado para a Secretaria de Turismo. Antes de ser deputado federal, Múcio foi secretário de Indústria e Comércio do Governo Garibaldi e depois assumiu a secretaria de Assuntos Institucionais no Governo Wilma.

Múcio Sá não conseguiu se reeleger em 2002. Depois de um período fora do Rio Grande do Norte, o ex-deputado prestigiou a posse na última quarta-feira (31) e até foi um dos primeiros a cumprimentar a ex-governadora Wilma de Faria (PSB), quando ela desceu as escadas do Palácio da Cultura, acompanhada dos quatro filhos (Márcia Maia, Lauro, Ana Cristina e Cinthia). O secretário Fernando Fernandes, que responde pelo Turismo desde o início do segundo mandato de Wilma, vai agora se dedicar a uma pasta exclusiva sobre a Copa 2016, que Natal será uma das sub-sedes.

Além de anunciar Luiz Cláudio Chopp como secretário especial, Iberê oficializará outros nomes na segunda-feira
Apesar de véspera de feriado, a quinta-feira (02) foi de muito trabalho na Governadoria. Os auxiliares do governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) já iniciavam as conversas e reuniões mesmo antes de saírem às nomeações no Diário Oficial, o que deverá acontecer somente na terça-feira (06). É que na segunda-feira (05), não tem edição do Diário Oficial e Iberê planeja convocar a imprensa para sua primeira coletiva, onde anunciará os novos nomes que o auxiliarão e também algumas medidas administrativas.

Braço direito do novo governador, Luiz Cláudio Chopp será efetivado na Secretaria Institucional, que será transformada com status de “pasta especial”. O engenheiro Leopoldo Rosado já sentava na cadeira que era de Vagner Araújo no Gabinete Civil. Apesar de também confirmar Cristivam Praxedes (Segurança e Defesa Social), Lázaro Mangabeira (Meio Ambiente e Recursos Hidricos), e Juliana Celli (Comunicação) ainda faltam revelar os substitutos da Educação e Cultura, Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária; Emater; Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária (Idiarn), Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapern), Consultoria Geral do Estado…
Fonte:Marcos Dantas

DEU EM O GLOBO

IR: 5,6 milhões já entregaram declaração

Volume corresponde a apenas 24% do total de 24 milhões de formulários que a Receita espera receber até dia 30

De Martha Beck:
A Receita Federal já recebeu 5,6 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). O montante corresponde a quase 24% do total esperado para o ano, que é de 24 milhões de documentos. A entrega é obrigatória para os contribuintes que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 17.215,08 em 2009.

Segundo o Fisco, a principal dúvida das pessoas físicas que procuram o serviço de atendimento ao contribuinte este ano é sobre quem precisa acertar as contas com o Leão. As outras dúvidas mais comuns são como declarar os bens e rendimentos.

A entrega da declaração termina em 30 de abril. O documento pode ser enviado pela internet por meio da página da Receita (www.receita.fazenda.gov.br), por disquetes entregues nas agências da Caixa Econômica e do Banco do Brasil ou formulários de papel entregues nos Correios, ao custo de R$ 5.

Quem perder o prazo está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

A Receita lembra que os contribuintes podem optar por dois modelos na entrega do documento: simplificado ou completo. A regra para fazer a declaração simplificada continua a mesma: desconto de 20% na renda tributável.

DEU NO CORREIO BRAZILIENSE

Meirelles fica. Temer agradece
Com escassas chances de ocupar a vaga de vice na chapa de Dilma, titular do BC desiste da corrida eleitoral e abre alas para o presidente da Câmara

De Deco Bancillon:
O dia do fico do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles (PMDB), praticamente confirma o nome do presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), como vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff (PT). Estimulado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Meirelles era a maior ameaça aos planos eleitorais da ala do PMDB que hoje controla o partido, capitaneada pelo próprio Temer e pelos senadores Renan Calheiros (AL) e José Sarney (AP). Depois que o grupo perdeu o apoio dos petistas à reeleição da governadora do Maranhão, Roseana Sarney, garantir o nome do vice virou questão crucial para a aliança nacional entre PMDB e PT. Com o apoio do Planalto esvaziado, Meirelles tinha duas cartas: permanecer no BC ou tentar uma eleição difícil para o Senado em Goiás. O anúncio, feito em conjunto com a direção do banco, foi divulgado depois do fechamento do mercado, por prudência, às 18h15.

Os movimentos de Meirelles nas últimas 48 horas demonstraram que o presidente do BC trabalhou com a hipótese de sair do órgão pelo menos até o início da tarde de ontem. No próprio CCBB, sede atual do governo, a opinião geral era de que o economista sairia. Um forte indício dessa disposição seria o encontro com Lula no Palácio da Alvorada, pouco depois do almoço, além de várias reuniões com integrantes do PMDB. Se a decisão fosse a de permanecer no banco, bastaria um telefonema ao presidente, avaliavam assessores. Ao fim do dia, o presidente do BC anunciou o fico que, segundo ele, refletia um pedido de Lula. “Ficarei no Banco Central visando garantir a tranquilidade e a estabilidade da economia brasileira. Decidi atender ao pedido do presidente, no sentido de consolidar um trabalho de mais de sete anos de estabilidade da economia brasileira, de controle da inflação”, justificou.

Deputado Rogério Marinho assumirá a coordenação da bancada do PSDB na Câmara Federal


O deputado federal Rogério Marinho foi empossado nesta terça-feira (30) como membro titular da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização da Câmara Federal.
Rogério também assumirá a coordenação da bancada do PSDB na Câmara, por indicação do líder tucano, deputado João Almeida.

A Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização é responsável pela análise das propostas orçamentárias concebidas pelo Executivo. Além disso, deve acompanhar o desenvolvimento anual da arrecadação e da execução do Orçamento, fazendo eventuais correções ao longo do ano.
 

A Comissão vota o Plano Plurianual, com metas a serem atingidas nos próximos quatro anos; a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece os parâmetros do Orçamento; e a Lei Orçamentária Anual, que organiza as receitas e despesas que o Governo terá no ano seguinte.

MONTE ALEGRE
CEL. COSTA SERÁ O SECRETÁRIO PARTICULAR DO GOVERNADOR IBERÊ

A governadora Wilma de Faria (PSB) nomeou nesta sexta-feira (26) o mais novo secretário particular o governador: Luiz Ferreira da Costa, o Cel. Costa, que é coronel da reserva da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Cel. Costa já exerceu outros cargos no Gabinete Civil. No Governo Vivaldo Costa foi Assessor do Gabinete Militar e também foi Comandante do Corpo de Bombeiros no Governo Garibaldi Filho. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

No atual Governo, já respondeu por uma coordenadoria no Detran/RN e atualmente estava na Coordenadoria de Programas para Cidadania da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social. Quando atuava na PM/RN, Cel. Costa comandou os batalhões de Mossoró, Macaíba e também o de Caicó, em 1986. Agora, Cel. Costa ocupará a função que era exercida por Albanira Cabral. O mais novo secretário particular de Iberê Ferreira de Souza também já foi assessor do presidente da Assembleia, deputado Robinson Faria (PMN) e é casado com a ex-vereadora Ana Costa, secretária de Educação da prefeita Graça Marques em Monte Alegre, no Agreste.
Fonte:Marcos Dantas

DEU NA FOLHA DE S.PAULO
SERRA E DILMA EMPATAM NA BASE LULISTA

Entre os eleitores que aprovam o governo, 33% votam na petista, e 32%, no tucano

Só 58% dos eleitores sabem que Dilma é a candidata de Lula; Serra lidera com folga entre quem julga o governo regular, ruim ou péssimo

A popularidade recorde do presidente Luiz Inácio Lula da Silva se fragmenta quando se trata de eleger o seu sucessor. Embora seja de oposição, José Serra (PSDB) está empatado com Dilma Rousseff (PT) entre os eleitores que consideram o governo Lula ótimo ou bom, segundo a pesquisa Datafolha.

No levantamento realizado nos dias 25 e 26 deste mês, Dilma registra 33% de intenção de votos entre os eleitores que dão 76% de aprovação ao governo Lula. Já Serra obtém 32% dos votos nesse segmento. Ciro Gomes (PSB) recebe 11% dos votos dos eleitores que aprovam Lula, e Marina Silva (PV), 7%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Esses números do Datafolha mostram que ainda está longe de se concretizar a transferência automática dos votos de Lula para sua candidata. Também fica mais nítida a estratégia de Serra, cujas declarações públicas têm sido elogiosas em relação ao atual presidente.

Outro dado relevante é o desempenho de Dilma entre os que consideram o governo Lula apenas regular (20% dos eleitores). Nesse grupo de eleitores não há empate: o Datafolha detectou uma grande vantagem de Serra, que recebe 51% das intenções de voto, contra apenas 9% da petista. Com 10% cada um, Ciro e Marina estão numericamente à frente de Dilma.

DEU NA FOLHA DE S. PAULO
SERRA ABRE 9 PONTOS SOBRE DILMA E SE ISOLA NA FRENTE
Tucano tem 36% e petista pontua 27%, diz Datafolha feito entre quinta e ontem

Governador de SP recupera 4 dos 5 pontos que perdera entre dezembro e janeiro, e ministra oscila para baixo; Ciro tem 11% e Marina, 8%

De Fernando Rodrigues:

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, abriu nove pontos de vantagem sobre a petista Dilma Rousseff e voltou a ser líder isolado na corrida ao Palácio do Planalto.

Pesquisa Datafolha realizada nos dias 25 e 26 deste mês mostra o tucano com 36%. A petista tem 27%. Há um mês, eles tinham 32% e 28%, respectivamente, no mesmo cenário.

Como a margem de erro da pesquisa Datafolha é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, Serra apresentou crescimento real -embora tenha retornado ao patamar de dezembro, quando tinha 37%.

Já Dilma, pela primeira vez não apresentou crescimento na sua curva de intenção de votos: a petista oscilou negativamente um ponto percentual.

No mesmo levantamento, Ciro Gomes (PSB) ficou com 11% (tinha 12% em fevereiro e 13% em dezembro). Marina Silva (PV) está estacionada e manteve os mesmos 8% obtidos em dezembro e há um mês.

Quando o Datafolha exclui Ciro da lista de candidatos, o cenário fica semelhante. Serra vai a 40% contra 30% de Dilma -a diferença entre ambos passa de nove para dez pontos, mas essa variação está dentro da margem de erro.

Sem Ciro, Marina pula para 10% e continua sem ameaçar o pelotão da frente.

As simulações de segundo turno seguiram os cenários de primeiro turno, com a recuperação de Serra. Numa hipotética disputa entre Serra e Dilma, o tucano venceria hoje com 48% contra 39% da petista -uma distância de nove pontos. Em fevereiro, os percentuais eram de 45% a 41%.

Em termos de rejeição, do ponto de vista estatístico, os quatro principais concorrentes estão empatados no limite da margem de erro, mas quem numericamente tem o pior índice é Ciro Gomes, com 26%. Colados a ele vêm José Serra (com 25%), Dilma Rousseff (23%) e Marina Silva (22%).

As curvas da pesquisa espontânea, quando o entrevistado diz em quem deseja votar sem ver uma lista de nomes, têm uma evolução discrepante do levantamento estimulado.

Diferentemente do que ocorreu na pesquisa em que o eleitor vê seu nome, em que está estabilizada, Dilma continuou sua curva ascendente no levantamento espontâneo. Tinha 8% em dezembro, passou a 10% em fevereiro e agora chegou a 12%.

Esse percentual a coloca à frente de Luiz Inácio Lula da Silva (8%), que, até dezembro, liderava com folga a pesquisa espontânea. Isso mostra que a cada pesquisa o eleitor deixa de citar o nome do atual presidente porque vai percebendo que o petista não será candidato.

Serra pontuou 8%, o mesmo percentual de dezembro. Ciro e Marina marcaram 1% cada. Houve também 3% para “candidato do Lula” e 1% para “no PT/candidato do PT”.

Pela primeira vez o Datafolha pesquisou candidatos de partidos pequenos. Por enquanto, só Mario de Oliveira (PT do B) conseguiu menções para pontuar 1%. Todos os demais estão abaixo desse patamar.

———

A recuperação de José Serra na pesquisa Datafolha tem fatores principais, entre eles seu desempenho na região Sul, no eleitorado mais pobre e com o público feminino. Dilma Rousseff, que havia crescido em todas as regiões em fevereiro, agora ficou estagnada ou até oscilou negativamente em vários segmentos do eleitorado.

No Sul, que concentra 14% dos eleitores do país, Serra subiu dez pontos percentuais, de 38% para 48%. Dilma, que fez carreira política no Rio Grande do Sul, não se consolidou ainda entre os gaúchos e registrou uma queda de 24% para 20%.

Os 28 pontos percentuais de diferença no Sul são a maior dianteira de Serra sobre Dilma no aspecto geográfico das intenções de voto do Datafolha.

Entre os eleitores que ganham até dois salários mínimos (R$ 1.020), ou 52% da amostra do Datafolha, Serra subiu de 30% para 35%. Dilma oscilou de 29% para 26% -apesar de um dos principais programas do governo Lula ser o Bolsa Família, que beneficia a população de baixa renda.

Serra aumentou sua vantagem no eleitorado feminino. Em fevereiro, o tucano já liderava (33% a 24%). Agora, tem 15 pontos a mais (37% a 22%).

CRÉDITO CONSIGNADO DO INSS CRESCE 88,9% EM FEVEREIRO

Por Rosana de Cassia, Agencia Estado
O número de operações de crédito consignado realizadas por aposentados e pensionistas do INSS aumentou 88,9% em fevereiro na comparação com o mesmo mês de 2009. Segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Previdência, as operações somaram R$ 2,12 bilhões, um valor 114,4% acima do verificado no mesmo período do ano passado.

As operações de crédito consignado representam a soma dos empréstimos pessoais em instituições financeiras e da utilização de cartão de crédito. Do total de operações, em fevereiro, 585,4 mil foram feitas por segurados com renda de até um salário mínimo. Esses aposentados e pensionistas responderam por R$ 956,7 milhões das operações.

São Paulo foi o Estado com maior volume de operações de crédito consignado, tanto em valor quanto em quantidade, com 50,69% do volume de contratos e 54,82% do total de recursos da região. Bahia liderou no Nordeste; Pará, no Norte; Rio Grande do Sul, no Sul; e Goiás, no Centro-Oeste.

FINANCIAMENTO DE IMÓVEL COM POUPANÇA CRESCE 73% E BATE RECORDE EM FEVEREIRO

Por InfoMoney
SÃO PAULO – O volume de empréstimos para a compra de imóvel com recursos da poupança cresceu 73,3% em fevereiro, frente ao mesmo período do ano passado, para o recorde de R$ 2,99 bilhões. Este foi o melhor resultado da história do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

Frente a janeiro deste ano, foi registrado crescimento de 3,93% no montante contratado, uma vez que no primeiro mês do ano o volume era de R$ 2,88 bilhões. Quando a comparação é feita com o primeiro bimestre de 2009, os financiamentos com recursos da poupança também registraram alta, de 62,13%.

Unidades financiadas
Em fevereiro, 24.733 imóveis foram financiados com recursos da poupança, um volume 49,7% superior ao registrado no mesmo mês de 2009. Se comparado a janeiro, o aumento foi de 8%, já que naquele mês foram financiadas 22.894 unidades. Em 12 meses, foram 316 mil unidades adquiridas por meio de recursos da poupança.

Em relação ao resultado da poupança no período, os dados mostraram a captação líquida (depósitos menos saques) de R$ 617 milhões, com o saldo atingindo R$ 258,4 bilhões.

De acordo com a Abecip, esse cenário torna evidente que as cadernetas preservam o papel de fornecer recursos para o crédito imobiliário, sem atrair os aplicadores em fundos de investimentos.

Casal Nardoni é condenado pela morte de Isabella
Após cinco dias de julgamento, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta de Isabella, foram condenados a prisão pela morte da menina, então com 5 anos. O pai recebeu pena de 31 anos, um mês e dez dias, enquanto a madrasta foi condenada a 26 anos e oito meses de prisão.

O casal Nardoni vai cumprir a sentença em regime fechado. Eles foram condenados por homicídio triplamente qualificado, por usarem meio cruel, dificultarem a defesa da vítima e tentarem esconder o crime anterando o local.
Durante esta sexta-feira, acusação e defesa apresentaram suas teses para o júri popular, composto de 4 mulheres e 3 homens, no Fórum de Santana, zona norte de São Paulo. Nas primeiras horas deste sábado, o juiz anunciou a sentença com a condenação dos réus.
Pela manhã, O promotor Francisco Cembranelli afirmou que o casal Nardoni estava no apartamento quando a menina Isabella foi atirada pela janela do sexto andar do Edifício London, no dia 29 de março de 2008.
“Eles (Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá) estavam no apartamento quando Isabella foi jogada”, disse Cembranelli, na primeira parte do debate entre defesa e acusação, ao comparar as ligações telefônicas entre vizinhos e polícia no dia do crime. Com base em uma reprodução cronológica das ligações, o promotor cravou: “Contra fato não há argumento.”
Na segunda parte de sua exposição no quinto dia de julgamento do caso Isabella, o promotor Francisco Cembranelli continuou calcado na cronologia e na perícia para colocar o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá na cena do crime. Ele alegou que o depoimento dos réus não faz sentido. “No momento em que o casal estava lá dentro (do apartamento) é que ela foi defenestrada. Isso é prova científica, senhores jurados. Não cabe contestação”, disse ele, usando a maquete para ilustrar seus argumentos.
O advogado de defesa, o criminalista Roberto Podval, usou dois apartes formais – interrupções dentro do código – para criticar a perícia e perguntar sobre as provas, que, segundo ele, não existem. “Como a defesa não pode discutir a perícia, vão dizer que a perita não presta”, rebateu o promotor.
Cembranelli traçou um perfil psicológico de Anna Carolina Jatobá, dizendo que ela é uma pessoa “perturbada, cansada e dependente financeiramente da família do marido”.
Defesa critica sociedade e imprensa
Na sua vez, o advogado criminalista Roberto Podval, que defende os Nardoni, criticou a postura da imprensa e da sociedade no caso. “Se não houvesse essa loucura toda (olha para os jornalistas da sala), eles seriam absolvidos, porque não há provas. Eles entraram condenados sem serem julgados.”
Podval citou o caso da inglesa Madeleine McCann, que aos 5 anos desapareceu durante viagem a Portugal com os pais. E lembrou que em determinado ponto da investigação, eles foram colocados como suspeitos.
Por volta das 16h50, o advogado terminou sua parte citando frase de Chico Xavier. “Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo, mas podemos fazer um novo fim”, afirmou ao júri. Às 17h46, começou a réplica da acusação.
Promotor diz que madrasta é ‘barril de pólvora’
Durante a primeira parte da réplica da acusação, o promotor Francisco Cembranelli afirmou que Anna Carolina Jatobá, acusada de participar da morte de Isabella Nardoni, “é um barril de pólvora prestes a explodir.” Ele voltou a acusar a ré de ter agredido a vítima por ciúmes.

O promotor lembrou que Isabella era muito parecida com a mãe, o que teria despertado a ira da madrasta. “Todas as brigas tinham o mesmo motivo: o ciúme doentio que Jatobá tinha de Ana Carolina.”

Com a ausência de provas periciais contra a madrasta, Cembranelli se esforçou para traçar ao júri o perfil psicológico da acusada. Disse que ela se referia à mãe da menina como “aquela vagabunda” e destacou que há pessoas que sofrem “transtorno temporário” por alguma razão.

“Era ela quem esmurrava vidraças, esmurrava o marido, atirava o filho no berço”, acrescentou. “Estou mostrando que há uma prova evidente de que ela poderia fazer o que fazia habitualmente: agredir as pessoas.”

Sobre o fio de cabelo encontrado na cena do crime, que a defesa expôs hoje como uma das provas que não foram periciadas, Cembranelli questionou: “se fosse algo tão importante, por que não pediram DNA antes?”. “A defesa trabalha com a dúvida”, completou.

(Com informações da Agência Estado)

Garibaldi nomeia relatores governistas para o pré-sal
Antônio Cruz/ABr

Preferiu ignorar a oposição. Confiou a mãos governistas a relatoria três propostas pré-saleiras. E reteve para si próprio a quarta. A coisa ficou assim:
1. Gim Argelo: Líder do PTB, o protogovernista Argelo vai relatar o projeto que cria a Petrosal, nova estatal petroleira.
 

Numa escala de zero a dez, a hipótese de produzir um relatório contrário aos interesses do governo é de menos onze.
 

2. Renan Calheiros: Líder do PMDB, Renan levará à grelha o miolo da picanha do poré-sal, o projeto que cria o sistema de partilha, em substituição às concessões.
 

Tomado pelo estilo, Renan pode acomodar pedras no caminho do governo. Talvez se anime a pedir algo, talvez reivindique o atendimento de algum pleito.
 

Vai sair mais caro. Mas, uma vez atendido, Renan acaba entregando a encomenda.
 

3. Delcídio Amaral: expoente da bancada do PT, Delcídio vai cuidar do projeto que capitaliza a Petrobras.
 

Velho admirador da estatal petroleira, Delcídio fará por ideologia o que outros governistas talvez só fizessem por obrigação. Jogo jogado.
 

4. Garibaldi Alves: O presidente pemedebê da Comissão de Economia reservou par si a proposta que adiciona açúcar no pré-sal.
 

Vai relatar o projeto que envia parte dos lucros das novas jazidas para um Fundo Social. Um quindim.
 

Garibaldi não haverá de opôr resistência à ideia de destinar verbas para áreas como saúde, educação e cultura.
 

Além de passar pelo crivo da comissão dirigida por Garibaldi, o pacote do pré-sal terá de ser desembrulhado noutras duas comissões.
A primeira, de Infraestrutra, é presidida pelo neogovernista Fernando Collor (PTB-AL). Prenúncio de tranquilidade para o Planalto.
 

A segunda, de Constituição e Justiça, é comandada pelo oposicionista Demóstenes Torres (DEM-GO). Treimei, Lula!

Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN) nomeou os relatores do pacote de projetos que regulam o pré-sal.

POLÍTICA & POLÍTICOS – Por Lenilson Costa
POSSE DE IBERÊ FERREIRA SERÁ NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
A posse do vice-governador Iberê Ferreira de Souza não será no Teatro Alberto Maranhão e nem no Centro de Convenções.

Será na Assembléia Legislativa, no dia 31 de março, às 16 horas.
Posse será dada pelo presidente da Assembléia, deputado Robinson Faria.
Até ontem dia (24) não havia chegado à Assembléia o ofício da governadora Wilma de Faria comunicando sua renúncia do cargo.

Ofício precisa ser lido no plenário da Assembléia e publicado no Diário Oficial do Estado.
 

CINCO EX-DEPUTADOS ESTADUAIS VÃO TENTAR VOLTAR À ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
Alguns ex-deputados estaduais irão tentar volta à Assembléia Legislativa no pleito deste ano.
 

São os casos de Gilvan Carlos(PHS), Francisco José(PMN), Dadá Costa(PHS), Cláudio Porpino(PSB) e Nelson Freire(PSB).
 

Enquanto isso, cinco dos atuais deputados estaduais estarão deixando a Assembléia.
 

São eles: Robinson Faria(PMN), Álvaro Dias(PDT), Lavoisier Maia(PSB), Paulo Davim(PV) e Arlindo Dantas(PHS).

VÁRZEA RECEBE VEÍCULO
O município de Várzea foi contemplado com aquisição de um veículo, depois que passou a ter o selo do UNICEF. O governo do Estado entregou uma frota de veículos a vários municípios ganhadores do selo do UNICEF no estado do Rio Grande do Norte.

A FESTA DA PADROEIRA EM GOIANINHA VAI MOVIMENTAR A REGIÃO
Festa da Padroeira de Goianinha deverá contar com uma programação recheada com o cantor de renome nacional, Fábio Junior, já está confirmado no evento. Festa da padroeira Nossa senhora dos Prazeres. O show será no sábado dia 10 de abril.

MUDANÇA
O prefeito da cidade de Nova Cruz, Flávio Azevedo, tudo indica que vai iniciar o mês de abril com algumas mudanças nos seus secretariados e dando um choque de gestão para conter despesas do município.
PT
Um outro aspecto que a decisão de ontem criou foi um cenário de dificuldades para o PT. A legenda poderá ser obrigada novamente a ir para o sacrifício e perder os mandatos que tem. A situação mais complicada fica na chapa para deputado estadual. No meio de tantos deputados, o PT conseguirá manter a cadeira de Fernando Mineiro (PT). É bom lembrar que em 2006, a legenda só obteve êxito porque estava coligada com o minúsculo PHS. Coligada com os grandes, consegue reeleger Mineiro?
 

FEDERAL
Já a chapa de federal é um pouco menos difícil. Todos os analistas políticos, incluindo eu, apostam que o governismo faz no mínimo três deputados federais. Coligados, PSB, PT e PR tem esse potencial. O problema, no entanto, diz respeito à outra chapa. Se o PMDB for para lá, essa chapinha aí terá de enfrentar cinco deputados federais e mais o potencial eleitoral do PV. É uma avalanche de votos, sem dúvida alguma.
 

NÚMEROS
Para eleger três deputados federais, PSB, PT e PR precisariam de, no mínimo, 600 mil votos, o que garantiria dois diretamente (cerca de 460 mil votos) e mais um na sobra. Por outro lado, em sendo apurados 1,8 milhão de votos para deputado federal, a oposição tenderia a ficar com o restante. Lembrando que do outro lado há pelo menos seis candidatos fortes, incluindo cinco com mandato e que tiveram em 2006 mais de 100 mil votos.
 

FREIO
Há menos de 15 dias, o entendimento comum era de que a desincompatibilização da governadora Wilma de Faria iria acelerar o ritmo das articulações políticas. Hoje, as análises são completamente diferentes provocadas por dois motivos: o diagnóstico do vice-governador e a resposta do TRE-RN a consulta do PR impondo restrições às coligações, na medida em que vincula as alianças proporcionais às majoritárias. Ou seja, só podem se filiar para deputado aqueles que estiverem juntos para governo. O PMDB não descarta uma consulta ao TSE.
RENUNCIAR
Quando renunciar o Governo, Wilma vai descansar 10 dias em um SPA e depois volta para seu apartamento sem mordomias

A governadora Wilma de Faria (PSB) já definiu: quando entregar o Governo do Estado ao vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) na próxima quarta-feira (31), tira 10 dias de descanso em um SPA. O namorado, o advogado José Maurício acompanhará Wilma, no feriadão da Semana Santa e mais outros dias… Candidata ao Senado, Wilma vai montar escritório de campanha para atender aos aliados e a equipe já está sendo definida. A filha, Ana Cristina Maia será uma das colaboradoras, já que a deputada Márcia Maia e o advogado Lauro Maia, ambos do PSB, cuidarão de suas candidaturas a Assembléia Legislativa.
 

Também na próxima semana, Wilma troca a Casa Oficial no bairro de Morro Branco, pelo seu apartamento na Avenida Getúlio Vargas, em Petrópolis. Em março de 2009, foi divulgado pela colunista Eliana Lima (Tribuna do Norte), as mordomias e custeios de despesas da Casa Oficial, onde Wilma passou esses sete anos e três meses. Só o aluguel do imóvel é orçado em R$ 8 mil, todo mês. A folha de pagamento dos empregados, que servem Wilma todos os dias, custa R$ 20 mil por mês. Para a manutenção alimentícia da casa, uma feira em torno de R$ 70 mil, também mensais. Para se ter uma idéia, é colocada na conta-pública até medicamentos dos mais simples, tipo Dorflex. Sem falar em outras despesas não inclusas no orçamento para a casa-oficial. Tudo isso, Wilma sentirá falta…
Fonte:Blog Marcos Dantas
E agora, Gari?
O senador Garibaldi Filho (PMDB) está em um mato sem cachorro, igual ao PMDB. Se ficar ao lado do Democratas e o deputado Henrique Alves (PMDB) não aceitar a coligação com o Democratas, coloca o mandato do primo em risco. Se não se coligar com o Democratas, será presa fácil ao lado da governadora Wilma de Faria (PSB). Trocando em miúdos, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.
 

QUEM SERÁ SEU CANDIDATO A DEPUTADO?
O presidente da Assembleia Legislativa e candidato a vice-governador na chapa da senadora Rosalba Ciarlini (DEM), deputado Robinson Faria (PMN), ainda segura com firmeza as bases eleitorais as quais comanda e que são direcionadas para a disputa de deputado estadual. O parlamentar até o momento não dá sinais de quando e se vai repassá-las a aliados. Há informações, inclusive, de que o líder do PMN tem freado investidas de parceiros que sinalizavam ocupar o espaço, teoricamente desocupado. O ex-prefeito de Goianinha, Rudson Lisboa (PMN), o Disson, que o diga. Ao dar início às movimentações no município do qual foi prefeito, chegou a ser alertado pelo presidente da AL que a ordem era aguardar o desenrolar dos fatos.
 

TSE MULTA NOVAMENTE O PRESIDENTE LULA
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi novamente multado por propaganda eleitoral antecipada.

O Tribunal Superior Eleitoral acatou a denúncia dos partidos de oposição e condenou Lula a pagar 10 mil Reais.

Essa foi a segunda condenação do presidente da República em menos de 15 dias. A Corte já havia acatado outra denúncia e determinado que Lula pagasse 5 mil Reais.
Oposição quer 500 prefeitos no lançamento de Serra
Evento dia 10 de abril será chamado de ‘Encontro de PSDB, DEM e PPS’. Presidente tucano disse que intenção é ter uma ‘militância qualificada’.

De Eduardo Bresciani, do G1:
A oposição quer reunir 500 prefeitos no lançamento da pré-candidatura do governador José Serra (PSDB-SP) para a Presidência da República. O evento acontecerá no dia 10 de abril em Brasília e deverá contar com a presença de 3 mil pessoas.

O evento não terá status de convenção e será chamado de “encontro de PSDB, DEM e PPS”. Nesta tarde, deputados e senadores dos partidos de oposição ao governo Luiz Inácio Lula da Silva se reuniram no Senado para discutir a preparação do evento.

Segundo o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, a intenção é ter uma “militância qualificada” no encontro. “Não vai ter militante comprado. Não será uma questão de encher o espaço, mas de ter uma representação dos partidos, dos aliados e da sociedade. Vamos ter 500 prefeitos, todos os nossos governadores, 500 vereadores e pelo menos 100 deputados estaduais”.

GOVERNADOR INTERINO DO DF
Wilson Lima dá aumento e admite candidatura ao governo

O governador interino do Distrito Federal, deputado distrital Wilson Lima (PR), admitiu agora há pouco que vai disputar as eleições indiretas na tentativa de se efetivar no cargo.

– Eu sou oriundo dessa casa e todo deputado distrital pode se candidatar. Eu sou candidato.

A declaração de Lima foi dada em vista à Câmara de Brasília, onde a eleição indireta, que tem como votantes os próprios deputados, vai ser realizada.

Se eleito, Lima também poderá disputar o mandato ‘normal’, de quatro anos no governo, nas eleições de outubro.

O governador esteve no Legislativo local para anunciar o envio de um projeto que aumenta o salário dos servidores do Distrito Federal.

Ao todo, 20 categorias vão ser atingidas. O reajuste varia de 7 a 15%.

O impacto nas contas do governo chega a R$ 37,3 milhões em 2010, R$ 168,9 milhões em 2011 e R$ 207,9 milhões em 2012.

Durante a visita, Lima pediu agilidade para os deputados na aprovação dos reajustes.

Para que o ato de bondade tenha efeito, a Lei precisa ser aprovada e sancionada até o final deste mês.

Após o prazo, por se tratar de ano eleitoral, fica proibido o aumento de salário de servidores.
 

PT monta pré-campanha milionária para Dilma

De Maria Lima;
A uma semana de deixar o palanque oficial do governo, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, fechou na noite desta terça-feira, com o comando do PT, detalhes da megaestrutura que está sendo montada pelo partido para os três primeiros meses da pré-campanha à Presidência. Nessa primeira fase, antes do início da campanha oficial em julho, Dilma terá todas as despesas custeadas pelo PT, que ainda paga por mês cerca de R$ 700 mil da dívida de R$ 35 milhões, remanescente da campanha de 2006, renegociada recentemente. A receita do PT é formada por recursos do Fundo Partidário e pagamento da contribuição de filiados, além de doações para campanhas eleitorais.

As despesas com a pré-campanha incluem o aluguel de uma casa no Lago Sul, bairro nobre de Brasília, por R$ 12 mil mensais, contrato com empresa de jatos executivos para deslocamento por todo o país, aluguel de carros e pagamento de seguranças, além de salários para a candidata e pelo menos mais cinco assessores que ela levará da Casa Civil para a campanha. Só com esses salários e o aluguel da casa, as despesas chegarão a mais de R$ 250 mil entre abril e final de junho.

O salário da pré-candidata ultrapassará os pagos aos dirigentes petistas, porque, além dos R$ 12.500 que ela recebe como ministra, o partido deverá incorporar mais R$ 5.300 que Dilma recebia como integrante do Conselho de Administração da Petrobras.

NOVA CRUZ PODERÁ IMPLANTAR CONSÓRCIO PÚBLICO REUNINDO 18 MUNICÍPIOS NO AGRESTE

O município de Nova Cruz poderá contar com a implantação de um Aterro Sanitário, que contempla 18 municípios na região Agreste. Em um evento promovido, no dia 23, pela Secretaria Estadual de Recursos Hídricos e de Meio Ambiente, na cidade de Santa Cruz, foi lançado o Plano Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Estiveram presentes varias representações da Região Agreste e Litoral do Agreste,  oportunidade que foi apresentado o primeiro Seminário Regional de apresentação e divulgação da iniciativa de regionalização da coleta de resíduos sólidos dos municípios que integram a região do Trairi e Agreste e Litoral Potiguar, o projeto foi apresentado pelo engenheiro Sérgio Bezerra Pinheiro, da Secretaria de Recursos Hídricos.

Os consórcios que deverão ser criados ficarão nos municípios de Santa Cruz, Nova Cruz e na cidade de Monte Alegre, o projeto é uma iniciativa do governo estadual e federal. A idéia é a formação de consócios publico que já existem no Estado somando um total de cinco, incluindo a região do Seridó, com 25 municípios , 03 aterros de pequeno porte sanitário: Caicó, Currais Novos e Serra Negra do Norte. Existem mais 4 consócios, no Estado, um na região do Alto Oeste, com 40 municípios, , Assú, com 13, Metropolitano, com 7 municípios, além de Mossoró sendo, o único município. Os consórcios seria na Região do Trairi em Santa Cruz, o Agreste 01 em Nova Cruz e 02 na cidade de Monte Alegre.

Caso fosse implantado apenas um envolvendo a região do Trairi, Agreste e Litoral Potiguar, o município sede seria a cidade de Santo Antonio.

Veja como ficariam as estações de transbordos para atender os 3 consórcios.

CENÁRIO 01

Estações de Transbordo Simples: 03

Campo Redondo

Tangara

Coronel Ezequiel
Estações de transbordo com balança: 07

Santa Cruz

Passa e Fica

Montanhas

Canguaretama

Goianinha

São Jose do Mipibu

Lagoa Salgada

O transporte : Caminhões Roll-on Roll-off.

Entre as estações de transbordo e o aterro
Com a criação de apenas um Consórcio no Agreste, o ponto de instalação do aterro seria na cidade de Santo Antonio, que teria uma capacidade de abrangência de 41 municípios. Com o custo operacional do Aterro: R$ 255.345,36, sendo o custo com o Transporte de R$ 125.000,00, e por cada tonelada depositada pelo um valor de R$ 55,77. Para uma população beneficiada de 392.000 habitantes.

$ 2 bilhões

Wilma deixará cerca de 60 obras para Iberê inaugurar
Flávia Urbano -DN 

Quando entregar o comando do Executivo, no próximo dia 31, a governadora Wilma de Faria (PSB) deixará em andamento cerca de 60 obras que totalizam investimentos da ordem de R$ 2 bilhões para o vice-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB) inaugurar até dezembro desse ano. De acordo com a governadora, somente as obras de saneamento básico não ficarão concluídas dentro desse prazo. Dentro do levantamento feito pela própria Wilma, estão adutoras, estradas, reformas de casas populares, escolas, cadeias públicas e hospital. A governadora afirmou, ontem, ter plena confiança de que Iberê dará continuidade às ações tendo em vista que os recursos estão todos assegurados.
 

Em Natal, além de saneamento, estão em curso a construção do Terminal Pesqueiro, da Escola de Governo, recuperação da Cidade da Criança, Cidade das Ciências, reforma do Hospital da Polícia Militar, Cidade das Ciências, urbanização de favela na Avenida Mor Gouveia, a sede da Universidade Estadual do Rio Grandedo Norte (UERN) e Pró-Transporte. Já em Mossoró, a governadora Wilma de Faria citou o Complexo da Abolição e o Parque Santa Luzia.
 

No que diz respeito a adutoras, ela afirmou que estão em construção as adutoras de Serra de Santana, Alto Oeste e de Mossoró. Entre as estradas, a governadora destacou a BR 226, estrada e anel viário de Pipa, no Litoral Norte. Em relação a escolas, são 20 novas unidades em construção e outras 30 em reforma. Já as cadeias públicas a serem inauguradas estão em andamento em Nova Cruz, Ceará Mirim, Macau e Lajes.
 

Compromissos
A agenda da governadora, até o dia 30, próxima terça-feira, está toda definida. Até lá, ela participa de inaugurações, lançamento de pedra fundamental e visita obras em andamento. Hoje, Wilma participa da solenidade de abertura do curso de formação continuada dos diretores de escolas, entrega diplomas a mil alunos que passaram por capacitação profissional dentro do Prodetur e inaugura o Restaurante Popular de Macau. Outros quatro restaurantes serão entregues, em Mossoró, João Câmara, Santa Cruz e Ceará Mirim. No final de semana, a governadora vai a Mossoró e Caicó. Entre os compromissos em Caicó, está a entrega de 400 casas. No último dia de administração, Wilma de Faria vai inagurar a duplicação, urbanização e iluminação da Via Costeira e o Complexo Cultural da Zona Norte.

Henrique Alves vai ouvir aliados no RN e em Brasíla para responder ao convite feito por Garibaldi Filho para apoiar candidatura de Rosalba Ciarlini

O deputado federal Henrique Alves, presidente estadual do PMDB, não deve responder de imediato ao convite do senador Garibaldi Filho(PMDB) para ele(Henrique) passar a apoiar a candidatura da senadora Rosalba Ciarlini(DEM) ao Governo do Estado.
Henrique irá ouvir seus aliados aqui no RN e em Brasília antes de responder a Garibaldi.
É bom lembrar que Henrique é líder do PMDB na Câmara Federal e goza de muito prestígio junto ao Governo Lula.
 

Mas isso não seria um obstáculo intransponível para Henrique apoiar a candidatura do DEM no Rio Grande do Norte.
 

No âmbito nacional o deputado continuaria defendendo o Governo Lula e apoiando a candidatura da ministra Dilma Rousseff à Presidência da República.
 

Não será uma decisão fácil para Henrique, já que ele sofrerá pressões da base de Lula no Estado, principalmente do PT e do PSB.
 

Mas está em jogo o futuro do PMDB, o futuro de Garibaldi e, especialmente, o futuro político do próprio Henrique.

TRE decide: Partidos só podem fazer coligação na proporcional se estiverem aliados na majoritária

Como já era esperado, o Tribunal Regional Eleitoral do RN, à unanimidade, ratificou o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral sobre as coligações majoritárias e proporcionais no pleito deste ano.
 

Seguindo o entendimento da Procuradoria Regional Eleitoral, em resposta a uma consulta do PR, o TRE decidiu que partidos só podem fazer coligação na proporcional se estiverem coligados na majoritária. Ou ainda se não estiverem coligados na majoritária.
 

Exemplo: o PMDB, que não vai se coligar com nenhum partido na majoritária, só pode se coligar na proporcional com partidos que também não vão fazer aliança no pleito para governador e senador.
 

Outro exemplo: o PR, que vai se coligar na majoritária com o PSB apoiando a candidatura de Iberê Ferreira, não pode se coligar com o PMDB na proporcional.
 

O relator da consulta no TRE, juiz Marco Bruno, afirmou em seu parecer que “é proibida a coligação na proporcional diferente da majoritária”.
 

Também disse que “partidos adversários na majoritária estão impedidos de fazerem aliança na proporcional”.
 

“O que amarra toda está questão é a existência de coligação majoritária e não pode haver, portanto, formação diversa na proporcional”, reforça o juiz Marco Bruno, lembrando que o posicionamento da Justiça Eleitoral brasileira se baseia na legislação eleitoral e nas decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 

O juiz também deixou claro em seu parecer que “não é possível coligações diferentes para deputado federal e estadual”.
 

“A coligação para os cargos proporcionais deve ser uma só”, frisou o juiz.
Marco Bruno destacou o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral. “Não há como se alcançar outra interpretação. O objetivo é o fortalecimento dos partidos e não de suas lideranças”, frisou o relator. “A consulta não é vinculante, mas apresenta como resposta o que é permitido pela legislação”, adianta o juiz.
 

Com isso, PMDB e PR não podem se coligar para deputado estadual e federal.
 

A não ser se o PR voltar mudar de rumo e não se coligar na majoritária com o PSB.

Projeto de Rogério Marinho utiliza FGTS para Educação

O Projeto de Lei foi apresentado hoje na Câmara Federal

O líder peesedebista potiguar, deputado federal Rogério Marinho, ingressou hoje na Câmara Federal em Brasília um Projeto de Lei que visa utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS, para pagamento da educação de filhos ou dependentes.

“A educação é o maior bem que uma cidadã ou cidadão pode deixar para os seus filhos, e o Brasil persegue há muito tempo educação de qualidade. É um desafio que vai demorar ainda algumas décadas para ser realizado, a seguirmos ao ritmo atual” argumentou o deputado.

O parlamentar apresentou o cenário educacional brasileiro em números. Mais de 70% das crianças na quarta série do ensino fundamental estão no estágio crítico ou muito crítico de alfabetização. Quase 15% das matrículas no ensino básico, são do ensino particular e 66% das matrículas na escola pública federal de nível superior são oriundas desses 15% de matrículas no ensino privado.

Com a aprovação do Projeto, o FGTS além financiar o sistema habitacional brasileiro e formar poupança para que o trabalhador possa ser ressarcido e ter uma velhice tranquila, poderá também ser utilizado para proporcionar mais qualidade na educação das crianças e jovens brasileiros.

Saiba mais sobre o FGTS

Criado por lei em 1966, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, mais conhecido pela simples sigla de FGTS, é formado por depósitos mensais, feitos pelos empregadores em nome de seus empregados, no valor de 8% da remuneração do empregado. Quando o contrato de trabalho tem prazo determinado, isto é, com prazo certo para terminar, o percentual pago pelo empregador é de 2%, nos termos da Lei nº 9.601/98.

O FGTS existe para proteger o trabalhador em caso de demissões sem justa causa, que são aquelas em que o empregado não mais interessa ao empregador que o demite, culminando com a rescisão de seu contrato de trabalho. No instante em que ocorre este tipo de demissão, o trabalhador tem direito a receber o que foi depositado pelo empregador em sua conta, mais juros e correção monetária, além de ser obrigado ao depósito de 40% sobre o saldo existente, sob a condição de multa rescisória.

Preço mínimo de reciclado beneficiará 1 milhão de catadores
Portal Brasil
Os produtos reciclados terão uma política de preços mínimos, como já existe na agricultura para o arroz, feijão e milho. O mecanismo será baseado em estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que quantifica o benefício da reciclagem em toda a cadeia produtiva, inclusive nos ganhos ao meio ambiente. Segundo o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, a previsão é de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva edite em breve um decreto estabelecendo essa política e que a medida já esteja valendo para o próximo semestre.
De acordo com o ministro, serão beneficiados quase 1 milhão de catadores de material reciclável em todo o País, que são duramente afetados sempre que os preços dos produtos despencam no mercado, como aconteceu na última crise internacional.
O estudo do Ipea já está pronto e servirá de base para o novo decreto sobre pagamento de serviços ambientais urbanos, substanciado nesse preço de garantia para produtos reciclados. Quando se recicla o plástico, vidro, alumínio, economiza-se a energia que seria usada na extração de produtos novos e, com isso, são emitidos menos poluentes.
“O Ipea fez um preço diferenciado para lata, vidro, plástico e papel, calculando qual é o valor econômico para o meio ambiente, por diminuir a poluição, aumentar o tempo de vida dos aterros e emitir menos [poluentes]. No Brasil sempre teve preço mínimo para algodão, para açúcar, para soja, mas nunca teve para produto extrativista e muito menos para reciclado”, destacou Minc, que citou a política semelhante recentemente adotada para espécies extrativas, como castanha e borracha.
Para entrar em vigor, o mecanismo depende de regulamentação do Conselho Monetário Nacional (CMN), que deve votar qual o preço mínimo para cada produto reciclado. Quando o valor de mercado ficar abaixo do estipulado, o governo pagará a diferença, em uma espécie de subsídio. Este será pago diretamente à cooperativa de catadores ou ao comprador, que será ressarcido.
As informações foram divulgadas na última sexta-feira (19), durante o lançamento da Agenda Ambiental da Administração Pública na Agência Nacional do Cinema (Ancine). A iniciativa visa a conscientizar os servidores públicos quanto à responsabilidade socioambiental, na economia de produtos e energia nos processos. A Ancine é a 93ª instituição a assumir o compromisso com a agenda.

Fonte:Agência Brasil