Reservas hídricas estaduais acumulam 48,38% da sua capacidade total; veja situação de lagoas, açudes e barragens pelo RN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (19), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 2.117.662.025 m³, percentualmente, 48,38% da capacidade total do Estado, que é de 4.376.444.842 m³. No mesmo período de julho de 2020, as reservas estaduais somavam 2.417.638.638 m³, equivalentes a 55,24% do seu volume total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.355.200.266 m³, correspondentes a 57,11% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período de julho de 2020, o manancial estava com 1.538.696.325 m³, equivalentes a 59,50% do seu volume total.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do Estado, acumula 247.599.800 m³, percentualmente, 41,29% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No dia 19 de julho de 2020, o manancial estava com 209.696.140 m³, correspondentes a 34,97% do seu volume total.

Terceiro maior reservatório do Estado, a barragem Umari acumula 204.129.176 m³, equivalentes a 69,71% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período de 2020, o manancial estava com 265.964.358 m³, correspondentes a 90,83% do seu volume total.

A barragem Pau dos Ferros acumula 28.372.454 m³, percentualmente, 51,73% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No dia 19 de julho de 2020, o reservatório estava com 19.935.446 m³, equivalentes a 36,35% do seu volume total.

Os mananciais monitorados pelo Igarn que estão com volumes inferiores a 10% da sua capacidade são: Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 3,55%; Itans, localizado em Caicó, com 3,3% e Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,52%. Passagem das Traíras, localizado em São José do Seridó, continua em obras.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que estão secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Situação das Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 10.546.283 m³, correspondentes a 95,71% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 41.715.630 m³, percentualmente, 49,5% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 10.050.651 m³, correspondentes a 90,75% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.

Deixar um comentário