Bolsonaro diz que pode jogar “fora” da Constituição em inquérito do STF

O presidente Jair Bolsonaro e o deputado Filipe Barros (PSL-PR) deram entrevista à Rádio Jovem Pan nesta noite sobre supostos relatórios do TSE sobre ataque hacker em 2018…

Presidente criticou inquérito “sem embasamento jurídico” e afirmou que poderia usar “armas do outro lado” 

EMILLY BEHNKE – Poder360

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 4ª feira (4.ago.2021) que seria “obrigado a sair das 4 linhas da Constituição” no inquérito que o investiga por declarações contra o processo eleitoral. O presidente citou que poderia jogar “com as armas do outro lado“. Nesta 4ª feira (4.ago), o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), aceitou uma notícia-crime do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para incluir o presidente Jair Bolsonaro no inquérito das fake news. Durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, Bolsonaro afirmou que o “antídoto” para a decisão do ministro “não está dentro das 4 linhas da Constituição”.

“O meu jogo é dentro das 4 linhas [da Constituição]. Se começar a chegar algo fora das 4o linhas eu sou obrigado a sair das 4 linhas. É coisa que eu não quero. É como esse inquérito do senhor Alexandre de Moraes. Ele abre inquérito. Não é adequado para mim isso. Ele investiga, ele pune e ele prende”, declarou….

Leia mais no Poder 360

Deixar um comentário