Nova Cruz/RN -

Décimo terceiro do INSS começa a ser depositado dia 25

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) volta atendimento presencial nas agências.

© Tomaz Silva/Agência Brasil

Pagamentos são para aposentados e pensionistas

Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Antecipada para maio por causa da pandemia de covid-19, a primeira parcela do décimo terceiro do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) começará a ser paga no próximo dia 25. Os depósitos ocorrerão até 8 de junho.

A segunda parcela do décimo terceiro será paga entre 24 de junho e 5 de julho. As datas são distribuídas conforme o dígito final do benefício, começando nos segurados de final 1 e terminando nos segurados de final 0.

Calendário de pagamento da primeira parcela do 13º salário. (benefícios até 1 salário mínimo)
Calendário Pagamento 13 INSS_2, por Arte/Agência Brasil

Tais datas valem para quem recebe aposentadorias, auxílios e pensões de até um salário mínimo. Para quem ganha acima do mínimo, o calendário é um pouco diferente. A primeira parcela será paga de 1º a 8 de junho; e a segunda, de 1º a 7 de julho. Começam a receber os segurados de final 1 e 6, passando para 2 e 7 no dia seguinte e terminando nos finais 9 e 0.

Calendário de pagamento da primeira parcela do 13º salário. (benefícios acima de 1 salário mínimo)
Calendário de pagamento da primeira parcela do 13º salário. (benefícios acima de 1 salário mínimo) – Arte/Agência Brasil

As datas estão sendo informadas no site e no aplicativo Meu INSS. A primeira parcela do décimo terceiro é isenta de Imposto de Renda e equivale à metade do benefício mensal bruto pago pelo INSS. O imposto só é cobrado na segunda parcela.

A tributação varia conforme a idade. O segurado de até 64 anos paga Imposto de Renda caso receba acima de R$ 1.903,98. De 65 anos em diante, a tributação só é cobrada se o benefício for superior a R$ 3.807,96.

O decreto com a antecipação do décimo terceiro para aposentados e pensionistas foi publicado em 4 de maio. Segundo o Ministério da Economia, a medida deve injetar cerca R$ 52,7 bilhões na economia do país e não terá impacto orçamentário, por tratar-se apenas de mudança de data de pagamento.

54 cidades do RN apresentam piora nos índices da pandemia e 5 estão em ‘nível vermelho’

Por G1 RN

A situação da pandemia piorou em 54 das 167 cidades do Rio Grande do Norte nos últimos oito dias. É o que aponta o indicador composto da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O indicador composto reúne dados como casos confirmados, ocupação de leitos e óbitos e dá uma pontuação entre 1 e 5 para cada cidade. O estudo permite o mapeamento da evolução semanal de casos por município e assim ter um monitoramento da pandemia em todo o estado. Os dados foram colhidos entre os dias 10 e 18 de maio.

Segundo o indicador composto, a maioria dos municípios do estado apresentaram estabilidade neste período: foram 84. Já as cidades que apresentaram melhora nos índices foram 29.

Dos municípios que tiveram piora, 16 deles estão na área da Regional de Saúde Pau dos Ferros, o que representa 46% das cidades dessa zona. Na Regional de Saúde de Mossoró, 50% dos municípios apresentaram piora – 7 deles. Na Regional de Caicó, foram 10 – 40%.

Piores municípios

Os municípios com piores índices atualmente no indicador composto da pandemia são Carnaubais, Itajá, Grossos, Doutor Severiano e Felipe Guerra. Esses cinco municípios estão em nível vermelho, considerando todos os pontos analisados pelo indicador.

Confira as 20 piores cidades neste momento da pandemia:

  • Carnaubais
  • Itajá
  • Grossos
  • Doutor Severiano
  • Felipe Guerra
  • Coronel João Pessoa
  • Portalegre
  • Janduís
  • Alto do Rodrigues
  • Florânia
  • Japi
  • Itau
  • Jardim de Piranhas
  • São Miguel
  • Serrinha
  • Pendências
  • Serra Negra do Norte
  • São José de Mipibu
  • Santo Antônio
  • Triunfo Potiguar

Melhor nível

Os cinco municípios em melhor nível atualmente na pandemia são: Messias Targino, Ipueira, Serra de São Bento, Equador e Baía Formosa. Além deles, completam a lista dos 20 com melhores indicadores atualmente:

  • São Francisco do Oeste
  • Santa Maria
  • São José do Campestre
  • Riacho da Cruz
  • Ruy Barbosa
  • Francisco Dantas
  • Luís Gomes
  • Serra do Mel
  • Taboleiro Grande
  • Água Nova
  • Cerro Corá
  • Lagoa Nova
  • Poço Branco
  • Major Sales
  • Olho D’Água do Borges

Mais sobre o indicador composto

O indicador composto é uma construção coletiva entre a equipe da Sesap, o Comitê de Especialistas e a UFRN, sob a coordenação do professor Kênio Lima. O estudo permite o mapeamento da evolução semanal de casos por município e assim ter um monitoramento da pandemia em todo o estado. O indicador vai de 1 a 5, onde 1 é a melhor situação e 5 a pior. Foram usadas cores alusivas aos semáforos de trânsito, sendo o 1 e 2 em dois tons de verde, o 3 e 4 em dois tons de amarelo e o cinco em vermelho.

O estudo reúne nove variáveis que traçam um olhar mais apurado sobre a situação de cada município e um escore que mostra a evolução a cada semana. Os dados servem de subsídio para a tomada de decisões na gestão da pandemia.

Conselheiro tutelar é preso por dirigir carro com 6 crianças a 160 km/h

Um conselheiro tutelar, de 42 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (18) por direção perigosa após tentar fugir da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma abordagem. O motorista só parou após seis quilômetros de acompanhamento, na BR-020, na altura de Sobradinho I, no DF.

No carro, havia nove pessoas, entre elas, seis crianças que não usavam equipamentos de segurança. A capacidade máxima em um veículo de passeio é para cinco pessoas.

Além disso, o conselheiro tutelar estava com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde 2018. O motor do veículo também havia sido roubado em 2016 e o chassi estava adulterado, de acordo com os policiais.

Segundo a PRF, o homem informou que “não percebeu que estava em alta velocidade e disse que também não tinha visto a viatura com policiais ordenando a parada”.

O carro estava sem placa e tinha emblema do Conselho Tutelar de Formosa (GO), distante 100 km de Brasília. De acordo com os policiais rodoviários, o conselheiro tutelar apresentou um termo de compromisso e entrega do Sistema Judiciário de Goiás ao Conselho Tutelar de Formosa.

A PRF informou que “não há registro de recuperação do carro” e nem “autorização para nenhum veículo transitar sem as placas”.

O homem foi levado para a 13ª DP (Sobradinho) por dirigir com a CNH vencida, por direção perigosa, lotação excedente e também por transportar crianças sem sistema de retenção, além de transitar sem as placas do veículo. Ele foi liberado, em seguida.

Segundo o delegado Hudson Maldonado, a delegacia vai investigar o caso “e comunicar o fato à Vara da Infância e Juventude de Formosa”.

“Caberá ao juiz decidir sobre eventual perda do cargo”, diz delegado.
O Conselho Tutelar de Formosa informou que “está apurando os fatos e que vai adotar todas as providências administrativas cabíveis em relação ao conselheiro e ao motorista que o entregou o veículo”.

Além disso, a entidade afirma que “o veículo estava cedido por meio de cautela judicial desde março de 2020 e que o veículo já foi entregue sem placas ao Conselho Tutelar”. Disse ainda que “é comum que veículos cedidos por esse meio tenham histórico de irregularidades, o que geralmente motiva a apreensão, mas não chega a ser impedimento para a cessão judicial provisória”.

Com G1 DF

GRANDE PONTO

Prefeito Álvaro Dias e ministro Rogério Marinho vistoriam obras de drenagem no bairro Planalto

Prefeito Álvaro Dias e ministro Rogério Marinho vistoriam obras de drenagem no bairro Planalto

As obras de drenagem e pavimentação do bairro Planalto, zona oeste de Natal, alcançaram mais de 30% de execução. O projeto da Prefeitura em parceira com o Governo Federal prevê, nesta primeira etapa, a execução de melhorias em 18 ruas e a construção de uma lagoa de captação. Estão sendo investidos pouco mais de R$ 16,3 milhões. O prefeito Álvaro Dias e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, vistoriaram os serviços na manhã desta segunda-feira (17). A previsão para a conclusão dos trabalhos é de 14 meses.

O prefeito Álvaro Dias e o ministro Rogério Marinho estiveram no canteiro de obras, verificando os serviços da lagoa de captação, que terá a capacidade de armazenamento de mais de 11 mil litros, bem como viram de perto a construção da galeria de águas pluviais que vai dar suporte ao sistema de drenagem do projeto.

“Essa é uma obra robusta e representa a concretização de um sonho antigo dos moradores do bairro. Nós estamos proporcionando a melhoria na infraestrutura da região, valorizando os imóveis, ampliando a oferta dos serviços públicos e melhorando a qualidade de vida da população. Ao final dos trabalhos, os transtornos com os alagamentos no período chuvoso e com a poeira em tempos de estiagem ficarão no passado”, destacou o prefeito Álvaro Dias. Ele lembrou ainda que vai buscar garantir os recursos para a sequência das outras duas etapas, projetando calçar, drenar e pavimentar 90% do Planalto e a construção de mais três lagoas de captação.

O chefe do Executivo municipal também ressaltou a importância da parceria entre as gestões da Prefeitura e do Governo Federal, sobretudo o empenho do ministro Rogério Marinho em atender os pleitos levados até Brasília. “Ter um potiguar no alto escalão do Governo Federal é uma vantagem enorme. Quero agradecer e reconhecer toda atenção que estamos recebendo para a execução dos nossos projetos. As portas estão sempre abertas no Ministério do Desenvolvimento Regional e só quem tem a ganhar com isso é a população da cidade”, comentou.

O ministro Rogério Marinho parabenizou as equipes envolvidas no projeto, evidenciando o bom ritmo de trabalho dos serviços. Ele ficou satisfeito com o que observou e reafirmou a vontade do Governo Federal de concluir todos os projetos em execução sob a responsabilidade da sua pasta. “Essa obra tem magnitude em estrutura, mas tem a sua importância elevada para os moradores da região. É um ganho social imenso. O governo do presidente Jair Bolsonaro tem o compromisso de levar desenvolvimento para todo o Brasil e estamos proporcionando isso através do Ministério do Desenvolvimento Regional. Em Natal, temos feito muito ao lado da gestão do prefeito Álvaro Dias e vamos avançar ainda mais com esse trabalho, pois a capital potiguar tem uma importância estratégica para todos nós”, apontou o titular do MDR.

Rogério Marinho anuncia vinda de Bolsonaro ao RN em junho

Rogério Marinho anuncia vinda de Bolsonaro ao RN em junho

O presidente Jair Bolsonaro vai estar no Rio Grande do Norte no dia 24 de junho. A informação foi divulgada pelo ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho. De acordo com Marinho o presidente vem assinar a ordem de serviço da adutora do Apodi, no Canal do Apodi, que é considerado o 4º eixo da transposição das águas do Rio São Francisco.

Jucern e Sebrae-RN assinam contrato que define novo projeto Junta + Fácil RN; espaço abre ao público nesta quarta, 19

Visualização da imagem

O Escritório do Empreendedor é um projeto coordenado pela Junta Comercial do RN essencial para a desburocratização do ambiente de negócios do Estado.  E foi pensando em aprimorar a iniciativa que o Governo do Estado transferiu as atividades do Escritório para dentro do Sebrae-RN e também reformulou o conceito. Agora o projeto passa a se chamar Junta + Fácil RN.

Nesta segunda-feira, 17, foi assinado o contrato de locação do novo espaço, com isso o atendimento ao público inicia já na próxima quarta-feira, 19, das 8h30 às 16h30.

Vale ressaltar que, com a redução de despesas de aluguel, a Jucern, irá investir na expansão do Junta + Fácil RN pelo estado. Já estão sendo feitas tratativas para três novas unidades, em três diferentes municípios. Além disso, a parceria com o Sebrae reforça o apoio ao empreendedor potiguar.

Visualização da imagem

“Esse diálogo entre Jucern e Sebrae é importante, pois além de proporcionar um atendimento integrado, coloca o empreendedor em contato com outros serviços que podem somar oportunidades ao negócio”, ressalta o presidente da Jucern, Carlos Augusto Maia.

Estiveram presentes na reunião para assinatura do contrato, além do presidente Carlos Augusto, o Coordenador de Administração da Jucern, Éden Lopes; o diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio; o diretor de operações da entidade, Marcelo Toscano e o gerente metropolitano Thales Gleyson. O superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo, também assinou o documento.

Serviços ofertados

Além de oferecer serviços como solicitação de alvará de funcionamento provisório e definitivo e requisição de auto de vistoria do Corpo de Bombeiros, o Junta + Fácil RN também é um espaço no qual o empreendedor pode obter orientação e tirar dúvidas. A Junta Comercial e os demais órgãos de registro têm uma função estratégica no desenvolvimento da economia.

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro

Auxílio emergencial 2021

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375

Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Trabalhadores informais nascidos em fevereiro recebem hoje (18) a segunda parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 1 poderão sacar o benefício.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

Na última quinta-feira (13), a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da segunda parcela. O calendário de depósitos, que começou no último domingo (16) e terminaria em 16 de junho, teve o fim antecipado para 30 de maio.

CALENDÁRIO DA SEGUNDA PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021 – Divulgação Governo Federal

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada (veja guia de perguntas e respostas no último parágrafo).

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da segunda parcela aos inscritos no Bolsa Família começa hoje e segue até o dia 30. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial.
Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial. – Arte/Agência Brasil

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada (veja guia de perguntas e respostas).

Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Brasil terá terceira onda de Covid no inverno e 751 mil mortos até setembro se não acelerar vacinação, diz estudo

O Brasil registrou queda de 19% na média móvel de mortes por Covid-19 nas duas últimas semanas. Em 18 das 27 unidades de federação, o índice está caindo, mostrou o boletim do consórcio da imprensa nesta segunda-feira. Apenas um estado está em viés de elevação na última quinzena, enquanto oito permaneceram em tendência estável (variação menor de 15% para mais ou para menos). Os números trazem esperança no combate à pandemia, mas projeções feitas por cientistas nos EUA e Brasil, no entanto, acenderam o alerta de especialistas sobre a possibilidade de uma terceira onda no país, com nova alta de óbitos.

— Evitá-la vai depender muito da vacinação, que já se mostra efetiva na redução de mortes e internações. Temos que vacinar 1,5 milhão de pessoas ao dia, idealmente 2 milhões. E ter cautela na flexibilização das medidas de isolamento — explica Ethel Maciel, professora da UFES e doutora pela Univesidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Sem o avanço na vacinação, o Instituto de Métricas de Saúde e Avaliação da Universidade de Washington, nos EUA, que tem se destacado por suas projeções certeiras desde o início da pandemia, indica que o país poderá chegar à trágica marca de 751 mil mortes por Covid-19 até 27 de agosto. E isso em cenário que inclui o uso de máscaras por 95% da população no país.

No pior cenário projetado pelos analistas americanos, em que a variante P.1, que emergiu em Manaus e já se espalhou por 16 países latino-americanos, continue se espalhando e vacinados abandonem o uso de máscara, o país pode voltar ao patamar de 3.300 mortes diárias em torno de 21 de julho e alcançaria 941 mil mortes em 21 setembro.

Os dados do Instituto de Métricas são usados em avaliações da pandemia pela Casa Branca e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), braço latino-americano da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Até agora, de acordo com o consórcio de veículos de imprensa, o Brasil já perdeu 436.862 vidas para a Covid-19. E o aumento de mortes, frisam os especialistas da universidade americana, é esperado mesmo com a redução nas internações em UTIs e na média diária de óbitos, em comparação com abril, devido à previsão de aumento nas infecções e redução no uso de máscaras e distanciamento social.

Para evitar uma terceira onda devastadora, a aceleração na vacinação é uma das medidas centrais apontadas pelos especialistas. Segundo painel da Universidade de Oxford, o Brasil atingiu média diária de aplicação de 1,1 milhão de doses em 13 de abril, mas a quantidade foi caindo ao longo do mês e chegou a 429 mil doses no último dia 12 de maio. O país tem hoje cerca de 70 mil novos casos diários da doença, patamar considerado alto pelos especialistas, e apenas 9% de brasileiros vacinados com a segunda dose.

Cláudio Struchiner, médico e professor de Matemática Aplicada da FGV, pondera que instituições brasileiras evitam realizar projeções de longo prazo como as realizadas pela Universidade de Washington devido à alta incerteza que permeia o cenário da pandemia no Brasil.

— Há muitas variáveis incertas: [ritmo de] vacinação, relação Brasil e China [fornecedora de insumos para as vacinas aplicadas aqui], novas cepas, incidentes com a vacina que interferem na sua aceitação, duração da imunidade, subnotificação, sazonalidade. Dito isso, o Instituto de Métricas é sério e experiente, e as projeções para o Brasil são, sim, plausíveis — afirma.

Outra projeção, da Rede Análise Covid-19, que conta com uma equipe multidisciplinar de pesquisadores pelo Brasil, alerta que o país apresenta tendência a picos de casos da doença — como os observados em julho de 2020 e início de 2021. Ao pico segue-se uma queda, estabilização e, em seguida, novo aumento. Os dados atuais, de acordo com a Rede Análise Covid-19, mostram justamente que o país está no momento às vésperas de um novo aumento de casos.

Já a plataforma de dados da USP e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) projeta que o total de casos no país deve passar de cerca de 15,4 milhões em 14 de maio para 16,1 no dia 23 de maio, também cravando curva ascendente.

O GLOBO questionou o Ministério da Saúde e perguntou quais projeções embasam as medidas da pasta, o que tem sido feito para evitar ou lidar com uma terceira onda no país, qual a posição sobre as projeções e se há previsão de reforço nos estoques de oxigênio e remédios para intubação durante essa possível terceira onda. O Ministério respondeu apenas que “não comenta sobre projeções”.

Gulnar Azevedo, pesquisadora do Instituto de Medicina Social da UERJ, diz que, apesar das quedas, “a média de mortes em cerca de 2 mil ainda é alta”.

— O vírus continua circulando, e entraremos no inverno, quando o tempo mais frio favorecerá o aumento de casos do vírus — diz Azevedo.

Novo pico

Boletim do Observatório da Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz alertou, na última quinta-feira, justamente para a intensa circulação do vírus no país, apesar da “ligeira redução” nas taxas de mortalidade e na ocupação de leitos de UTI no país. “Uma terceira onda, agora, com taxas ainda tão elevadas, pode representar uma crise sanitária ainda mais grave”, informa o boletim.

Leonardo Bastos, estatístico da Fiocruz, avalia que o país reúne as condições necessárias para uma nova onda da doença, devido a combinação perigosa: alto patamar de infecções e hospitalizações, número alto de cidadãos que não contraíram a doença (e, portanto, não produziram anticorpos contra a infecção), ritmo lento da vacina, redução no uso de máscaras e abertura acelerada nos estados que haviam intensificado medidas de distanciamento. Ele alerta também para a chegada de novas variantes, como a indiana, e o surgimento de cepas que possam reinfectar vacinados.

Carlos Lula, secretário de Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), vem cobrando o governo federal para tomar medidas de âmbito nacional a fim de conter a disseminação do vírus, a entrada de novas variantes e a continuidade da regulação do mercado de medicamentos nacionais:

— É indispensável entendermos o que aconteceu na segunda onda, com problemas no kit intubação, dificuldade de se prover oxigênio, medicação necessária e testagem insuficiente. É preciso solucionar esses entraves, intensificar as compras e já ter o estoque de precaução — diz.

O GLOBO

Na FEMURN, Rogério Marinho anuncia R$ 16,7 milhões para abastecimento de cidades potiguares

Visualização da imagem

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) recebeu nesta segunda-feira (17) o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para a assinatura de uma obra que irá impactar sobremaneira a qualidade de vida de vários munícipes do interior do RN. O Governo Federal vai destinar R$ 16,7 milhões para a instalação de cisternas e perfuração de poços em 47 municípios do estado.

As ordens de serviço para o início das obras foram assinadas hoje pelo Ministro do Governo do presidente Jair Bolsonaro, em Natal (RN). As obras de perfuração e instalação dos poços serão conduzidas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Para o presidente da FEMURN e prefeito de São Tomé, Babá Pereira, a ação é de extrema importância para as cidades do interior do Rio Grande do Norte. “Só quem já convive com a seca é quem sabe o valor da água para o sertanejo. As obras anunciadas aqui certamente trarão muito mais dignidade e cidadania para muitos munícipes do Rio Grande do Norte. Agradeço e parabenizo o ministro Rogério Marinho pelo empenho e trabalho pelo povo potiguar”, disse Babá Pereira, que não pode participar do evento presencialmente porque testou positivo para Covid-19 e está em isolamento.

Segundo explicou o ministro, a ideia do Governo Federal é diminuir a dependência de carros-pipa de várias cidades do Nordeste brasileiro, incluindo as cidades potiguares. “Nós licitamos em vários estados do Nordeste o que nós estamos fazendo hoje aqui e o critério foi: município que tem comunidade rural atendida por carro-pipa. Ninguém perguntou se o partido político é A ou B, perguntou se a população está precisando da atenção dos governos”, disse o ministro em seu discurso da sede da FEMURN.

Ao todo, serão construídas 462 cisternas em comunidades rurais de sete cidades potiguares, com investimento de R$ 3,5 milhões. Serão 136 na área conhecida como Carneiro 3, no município de Luís Gomes; outras 76 no Sítio Flores, em Jaçanã; 69 nas comunidades Carnaubinha 1, Major Felipe 2 e Baixa do Fogo 2, em José da Penha; 64 nas localidades Catolé, Açude do Alívio e Cacaruaba, em Santa Cruz; 62 na região de Serra do Raimundo, em São Tomé; 30 na comunidade Chupador, em Monte das Gameleiras; e 25 vão beneficiar nos povoados Santo Antônio e Santa Quitéria, em Coronel Ezequiel.

O Ministério ainda prevê que sejam investidos R$ 13,2 milhões para a perfuração de 275 poços artesianos em 47 municípios do Rio Grande do Norte. Se a prospecção para a captação de água for bem-sucedida, serão executados os serviços de montagem e instalação das tubulações. Rogério Marinho disse esperar que as obras se iniciem em até 15 dias.

A ação beneficiará as cidades de Água Nova, Alexandria, Almino Afonso, Antônio Martins, Apodi, Areia Branca, Barcelona, Campo Redondo, Caraúbas, Cerro Corá, Coronel Ezequiel, Currais Novos, Felipe Guerra, Florânia, Governador Dix-Sept Rosado, Jaçanã, Japi, João Câmara, João Dias, José da Penha, Lagoa D’Anta, Lajes, Lajes Pintadas, Lucrécia, Luís Gomes, Monte das Gameleiras, Mossoró, Nova Cruz, Paraná, Pau dos Ferros, Pedra Preta, Rafael Fernandes, Riachuelo, Rodolfo Fernandes, Santa Cruz, São Francisco do Oeste, São Miguel, São Paulo do Potengi, São Tomé, Senador Elói de Souza, Serra de São Bento, Severiano Melo, Serrinha dos Pintos, Sítio Novo, Tenente Ananias, Upanema e Venha-Ver.

Insumos para vacina CoronaVac chegam ao Brasil dia 26 de maio

Vacina, frascos contendo CoronaVac, vacina da Sinovac contra coronavírus

© REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

Data foi confirmada pelo Instituto Butantan

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

Após o atraso e a paralisação da produção de vacina contra a covid-19 por falta de insumos, o Instituto Butantan informou hoje (17) que um carregamento de matéria-prima para a CoronaVac chegará ao Brasil no dia 26 de maio. Segundo o Butantan, está prevista a chegada de um lote com 4 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA), suficientes para a produção de 7 milhões de doses da vacina.

“O Butantan recebeu nesta manhã, da China, a previsão do envio de nova remessa de insumos ao Brasil para produção da vacina do Butantan. A chegada do novo lote com 4 mil litros de insumos está prevista para o dia 26”, disse hoje o governador de São Paulo, João Doria.

Hoje, mais cedo, o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, já havia confirmado que os insumos chegariam ainda este mês ao Brasil.

A produção de vacinas contra a covid-19, no Butantan, estão paralisadas desde a última sexta-feira (14) por falta de insumos. Segundo o instituto, a falta de matéria-prima ocorreu por problemas burocráticos, provocados por declarações de membros do governo brasileiro sobre a China.

Na semana passada, o instituto e o governo do estado disseram que a Sinovac, farmacêutica chinesa parceira na produção dessa vacina, já havia fabricado 10 mil litros de insumo para serem enviados ao Brasil. Mas o governo chinês não estava autorizando o envio por causa de questões diplomáticas.

Hoje, entretanto, o instituto recebeu a informação de que parte dessa produção chega ainda este mês. Os 6 mil litros restantes aguardam autorização de envio pelo governo chinês. Ainda não há previsão de chegada desses insumos ao Brasil.

Ontem, em Botucatu, no interior paulista, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, negou que problemas burocráticos estejam atrapalhando o envio de insumos ao país. Para ele, a dificuldade de envio da matéria-prima é um problema mundial, que não afeta somente o Brasil.

O Instituto Butantan tem dois contratos assinados com o Ministério da Saúde para o fornecimento de vacinas para a população brasileira por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). O primeiro contrato, para fornecimento de 46 milhões de doses, já foi cumprido. Falta ainda um contrato de 54 milhões de doses, previsto para ser entregue em agosto. Até este momento, o Butantan entregou 47,2 milhões de doses de vacinas ao governo federal.

Agência Brasil explica: como é o descarte correto do lixo eletrônico

descarte do lixo eletrônico

© Emerson Ferraz/GPE/SECOM

Além de computador e celular, resíduos incluem eletrodomésticos

Por Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O computador quebrou ou o smartphone. O que fazer com o aparelho que não funciona mais? Essa é uma dúvida muito comum. Pode ir para o lixo ou deve ter algum tipo de destino específico? A Agência Brasil mostra como é preciso ter cuidado com os equipamentos eletrônicos e dar um destino correto a eles para evitar problemas.

O lixo eletrônico tem o nome técnico de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (REEE). Ele abrange não somente computadores e celulares, mas qualquer tipo de eletrodoméstico, como micro-ondas, geladeiras e máquinas de lavar.

Também inclui aparelhos menores, como furadeiras, panelas elétricas, mixer, processador de alimentos, purificador de água, secador de cabelo, ventiladores e liquidificadores, além de qualquer tipo de pilha ou bateria.

Tanto os equipamentos quanto as baterias possuem substâncias que se jogadas no lixo e enviadas a aterros sanitários podem produzir danos importantes ao meio ambiente.

“Os produtos eletroeletrônicos descartados no lixo comum impossibilitam a reciclagem deles por entidades e claramente prejudicam o meio ambiente. De certa forma, impede que esses produtos tenham uma destinação correta, como é a atividade de entidades gestoras”, explica a gerente executiva da Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree), Mara Ballam.

Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305, de 2010) atribui ao fabricante a obrigação de dar o destino, processo também chamado de “logística reversa”. Cabe aos proprietários dos equipamentos entregá-los para que possam ser corretamente descartados e reciclados.

Decreto Nº 10. 240, de 12 de fevereiro de 2020, normatizou o sistema de logística reversa no Brasil. Ele estabelece um percentual de equipamentos a serem coletados e de municípios com serviços de logística reversa, visando a chegar a 400 até 2025. Cada cidade dessas deverá instalar um ponto de coleta a cada 25 mil habitantes.

Como descartar lixo eletrônico.
Como descartar lixo eletrônico. – Arte/Agência Brasil

Há diferentes iniciativas criadas para auxiliar as pessoas a descartar o lixo eletrônico corretamente. A Abree tem em seu site um sistema para consulta de  locais que recebem produtos eletrônicos e dão encaminhamento ambientalmente adequado. A associação conta com mais de 1.300 pontos de coleta.

A Associação Brasileira da Indústria Eletroeletrônica (Abinee) passou a trabalhar com uma gestora de logística reversa chamada “Greeneletron”. No site é possível encontrar endereços de pontos de entrega de equipamentos.

Mercado financeiro aumenta previsão de crescimento da economia

economia ilustração 2

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Estimativa de expansão passou de 3,21% para 3,45%, neste ano

Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil – Brasília

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) elevaram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 3,21% para 3,45%.

Para o próximo ano, a expectativa para Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – é de crescimento de 2,38%, ante a previsão da semana passada de 2,33%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2,5%.

As estimativas estão no boletim Focus de hoje (17), pesquisa divulgada semanalmente pelo BC, com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Inflação

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo deste ano subiu de 5,06% para 5,15%.

Para 2022, a estimativa de inflação passou de 3,61% para 3,64%. Tanto para 2023 como para 2024 a previsão para o índice é de 3,25%.

A estimativa para 2021 está próxima do limite superior da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. O centro da meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é de 2,25% e o superior de 5,25%.

Taxa de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, fixada atualmente em 3,5% ao ano pelo Comitê de Política Monetária.

Para o mercado financeiro, a expectativa é de que a Selic encerre 2021 em 5,5% ao ano. Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica suba para 6,5% ao ano. Na semana passada, a expectativa era 6,25% ao ano. E para o fim de 2023 e 2024, a previsão permanece em 6,5% ao ano.

Câmbio

A expectativa para a cotação do dólar caiu de R$ 5,35 para R$ 5,30 ao final deste ano. Para o fim de 2022, a previsão é de que a moeda americana fique em R$ 5,35. A previsão anterior era R$ 5,40.

Ministro assina ordem de serviço para obras no RN nesta segunda, na sede da FEMURN

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (sem psrtido), estará nesta segunda-feira (17) na sede da FEMURN, a partir das 9 horas. Na oportunidade, o ministro assinará ordem de serviço para instalação de 462 cisternas em sete municípios potiguares: Luís Gomes (RN), Jaçanã (RN), José da Penha (RN), Santa Cruz (RN), São Tomé (RN), Monte das Gameleiras (RN) e Coronel Ezequiel (RN). O investimento federal será de R$ 3,5 milhões.

Além disso, Rogério Marinho também assina duas ordens de serviço para perfuração e instalação de 275 poços em 47 municípios do estado. No total, serão investidos R$ 13,2 milhões.

A presença da imprensa e de convidados será limitada devido aos protocolos sanitários de enfrentamento à Covid-19.

Ricardo Nunes assume definitivamente prefeitura de São Paulo

Ricardo Nunes visita ao Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), em São Paulo.

© Marcelo Pereira/Governo de São Paulo

Vice estava no cargo desde que Covas licenciou-se no início deste mês

Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil – São Paulo

Com a morte do prefeito Bruno Covas, o vice, Ricardo Nunes, assume em definitivo a prefeitura de São Paulo. O combate à pandemia e a revisão do plano diretor do município estão entre os principais desafios de Nunes, que é filiado ao MDB. Ele havia assumido a prefeitura interinamente em 2 de maio, quando Covas se licenciou, a princípio por 30 dias, para tratamento do câncer.

Covas morreu às 8h20 deste domingo (16), aos 41 anos, em decorrência do câncer da transição esôfago-gástrica e complicações do tratamento. Em ato formal, com base na Lei Orgânica do Município, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo reuniu-se às 11h20 para declarar a extinção do mandato do prefeito Bruno Covas. Nunes decretou luto oficial de sete dias pela morte de Covas.

O empresário tem 53 anos, é casado e foi eleito para a Câmara de Vereadores de São Paulo pela primeira vez em 2012 e novamente em 2016. É filiado ao MDB desde os 18 anos. Ele declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) patrimônio de mais de R$ 4,8 milhões.

Ricardo Nunes foi presidente da Associação Empresarial Região Sul (Aesul) e fundador da Associação das Empresas Controladoras de Pragas do Estado de São Paulo (Adesp). Além disso, é voluntário, há mais de 20 anos, na Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos (Sobei).

De perfil político mais conservador, Nunes, no mandato de vereador, tentou barrar menções a termos de gênero do Plano Municipal de Educação, argumentando que sexualidade não deveria ser tema nas salas de aula.

Denúncias

Reportagens do jornal Folha de S.Paulo apontam Ricardo Nunes como citado em investigação do Ministério Público de São Paulo (MPSP) para apurar relação de políticos com entidades e também aluguéis de imóveis das creches terceirizadas. Segundo o jornal, o político é “próximo de entidades gestoras de creches terceirizadas e de donos de empresas locadoras dos imóveis onde funcionam as escolas ligadas a essas instituições.

Ainda de acordo com a Folha, Nunes foi alvo de boletim de ocorrência em caso de violência doméstica, ameaça e injúria registrado por sua mulher, Regina, em 2011.

Agência Brasil tentou contato com o MPSP e com a assessoria do prefeito, mas não houve retorno até a publicação da reportagem.

Corpo de Bruno Covas será sepultado em Santos, cidade onde nasceu

O corpo do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morto neste domingo (16), vítima de câncer, será levado do Hospital Sírio-Libanês até a sede da prefeitura, no Edifício Matarazzo, no centro da capital.

Às 13h, haverá uma breve homenagem reservada a familiares e amigos mais próximos, no hall monumental do terceiro andar do edifício.

A entrada será restrita aos poucos convidados da família, para não gerar, em hipótese alguma, aglomeração, por causa das restrições sanitárias impostas pela pandemia, informou a prefeitura, em nota. A imprensa registrará esse último momento em sistema de rodízio.

Em seguida, o corpo de Covas seguirá, em carro aberto, em cortejo por algumas das principais vias do centro de São Paulo até a Avenida Paulista.

Por fim, será sepultado na cidade de Santos (SP), terra natal do prefeito, em cerimônia restrita à família.

Covid-19: país tem 15,5 milhões de casos acumulados e 434,7 mil mortes

Total de pessoas recuperadas da doença chega a 14,06 milhões

Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O balanço divulgado neste sábado (15) pelo Ministério da Saúde registra 67.009 novos diagnósticos de covid-19 em 24 horas. Esse dado eleva para 15.586.534 o número de pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia no país.

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (15/05/2021).
Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil (15/05/2021) – Ministério da Saúde

As mortes pelo novo coronavírus ao longo da pandemia aproximam-se de 435 mil. Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 2.087 novos óbitos, totalizando 434.715.

O balanço apontou também 1.089.423 pacientes em acompanhamento e 14.062.396 recuperados da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são os seguintes: São Paulo (103.995), Rio de Janeiro (47.951), Minas Gerais (37.283), Rio Grande do Sul (26.657) e Paraná (24.597).

As unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.571), Acre (1.612), Amapá (1.614), Tocantins (2.711) e Alagoas (4.478).

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial

Auxílio emergencial 2021

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Nascidos em janeiro receberão nas contas poupança digitais

 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Trabalhadores informais nascidos em janeiro recebem hoje (16) a segunda parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a quatro semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

Na última quinta-feira (13), a Caixa anunciou a antecipação do pagamento da segunda parcela. O calendário de depósitos, que começaria hoje e terminaria em 16 de junho, será aberto hoje e acabará em 30 de maio.

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

CALENDÁRIO DA SEGUNDA PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021 – Divulgação Governo Federal

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da primeira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 16. O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Calendário de pagamento do Bolsa Família - ano 2021
CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS DO BOLSA FAMÍLIA 2021 – MINISTÉRIO DA CIDADANIA/DIVULGAÇÃO

Charles do Bronx é o novo campeão peso-leve do UFC; Brasileiro nocauteou Michael Chandler

Foto: Getty Images

Após quase 11 anos e 28 batalhas no octógono, Charles do Bronx tomou para si o cinturão dos pesos-leves do UFC ao derrotar o americano Michael Chandler por nocaute aos 19s do segundo round neste sábado, no UFC 262, em Houston (EUA). Se os recordes na carreira já deixavam o brasileiro na elite do MMA, o cinturão o coloca na família real do esporte no país.

No início do segungo round, Charles do Bronx avançou sobre Michael Chandler e encaixou uma esquerda devastadora. Chandler sentiu e o brasileiro encaixou uma sequência duríssima de golpes, derrubando o americano e forçando o árbitro a encerrar a luta, decretando a conquista do cinturão dos pesos-leves para Charles do Bronx.

Charles é o segundo brasileiro campeão da categoria peso-leve do UFC. O primeiro foi Rafael do Anjos, que foi o detentor do cinturão entre março de 2015 e julho de 2016.

Com informações de GE

Ministro Rogério Marinho na cidade de Nova Cruz neste sábado (15)

Foto: Divulgação

O Ministro Rogério Marinho chega hoje ao município de Nova Cruz, para anunciar a tão sonhada obra da nova adutora que vai beneficiar vários municípios no Agreste Potiguar. Acompanhado dos deputados federais e estaduais, além do prefeito da cidade de Nova Cruz, Flávio Cesar Nogueira e demais prefeitos da Região Agreste e Litoral Potiguar.

Prefeito Paulinho recebe ministro Rogério Marinho em São Gonçalo nesta sexta

Prefeito Paulinho recebe ministro Rogério Marinho em São Gonçalo nesta sexta

Nesta sexta-feira (14), o prefeito Paulo Emídio, o Paulinho, vai receber o ministro do Desenvolvimento Regional em São Gonçalo do Amarante/RN, para visita à obra parada do ‘Minha Casa Minha Vida’, com 600 apartamentos, e à área dedicada ao Polo Empresarial, próxima ao aeroporto internacional Governador Aluízio Alves.

A comitiva, que também contará com participação de representantes da Superintendência da Caixa Econômica no RN,  ainda vai conhecer a obra da urbanização e anel viário do Centro da cidade. A agenda está prevista para começar às 15h.