Nova Cruz/RN -

Arquivo do Autor

Professores de Espírito Santo/RN paralisam atividade por dois dias por falta de pagamento

Espírito Santo fica localizada no agreste do estado (Foto: Assis Barbosa)

Professores da rede municipal de ensino em Espírito Santo/RN paralisaram as atividades por dois dias começando nesta quarta-feira, 22 de Outubro. A paralisação foi decidida na última assembleia dos educadores que aconteceu na tarde de ontem (21/10) após se reunirem com representantes do SITE-RN (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN).
Os professores dizem a decisão foi motivada pelo atraso no pagamento dos salários. Segundo informações do site Eso em Foco, a greve tem a adesão de quase todos os professores das escolas urbanas e rurais.
Ainda segundo informações, os professores tentaram uma audiência com o prefeito Chico Araújo (PMDB), semana passada, mas não conseguiram resultado, não restando outra alternativa ao não ser paralisar as atividades para assim chamar atenção das autoridades.
Fonte:Portal Nova Cruz

PESQUISA CERTUS/BG PRESIDENTE VOTOS VALIDOS: Dilma tem 61.46% e Aécio 28.54%

O BlogdoBG e a Certus publicam nesta quarta-feira(22) mais uma pesquisa de opinião com os cenários para o 2º turno no RN. A Certus Pesquisa e Consultoria foi as ruas entre 18, 19, 20 e 21 de outubro e entrevistou 1510 eleitores em todo o RN.

A pesquisa tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014. A Margem de erro é de 3% e o índice de confiabilidade é de 95%.

Vejam como ficou o cenário para o Presidente da República na perspectiva estimulada:

Certus Presidente Estimulada

PESQUISA CERTUS/BG VOTOS VALIDOS: Robinson tem 51.56% e Henrique 48.44%

Certus Validos

O BlogdoBG e a Certus publicam nesta quarta-feira(22) mais uma pesquisa de opinião com os cenários para o 2º turno no RN. A Certus Pesquisa e Consultoria foi as ruas entre 18, 19, 20 e 21 de outubro e entrevistou 1510 eleitores em todo o RN. A pesquisa tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014. A Margem de erro é de 3% e o índice de confiabilidade é de 95%. Vejam como ficou o cenário para o Governo do Estado já na perspectiva dos votos validos:

Agora confiram a última pesquisa Certus/BlogdoBG publicada no dia 23 de setembro na reta final do 1º turno:

Certus Presidente Estimulada 1 turno

Se compararmos as duas pesquisas, Robinson Faria cresceu 15.14% nos últimos 30 dias e Henrique Alves cresceu 2.49%

Jornal leva multa de R$ 50 mil por não respeitar direito de resposta

O Novo Jornal, de propriedade do sogro do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), candidato a governador do Rio Grande do Norte, levou uma multa de R$ 50 mil imposta pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral), por não ter cumprido a determinação da Corte no dia estabelecido para veiculação de um direito de resposta – 5 de outubro, dia da eleição em primeiro turno. A Coligação Liderados pelo Povo, de Robinson,  pediu direito de resposta devido a uma matéria veiculada no jornal sob o título “Vice quer censurar jornais”.

Robinson estava insatisfeito com o espaço que vinha recebendo tanto na Tribuna do Norte, da família Alvesquanto no Novo Jornal. Segundo a assessoria do candidato ele recebia menos espaço que o concorrente Henrique Eduardo Alves (PMDB). Incomodada, a coligação pediu que a Justiça intervisse e como resposta o Novo Jornal publicou a tal matéria “Vice quer censurar jornais” em que contava o caso e o pedido de direito de resposta. A matéria tinha chamada na capa e bom espaço dentro do jornal.

Derrubou

Informação obtida pelo blog, dá conta também que a Coligação União pela Mudança, de Henrique Alves, tentou derrubar todos os pedidos de resposta interpostos pela Coligação Liderados pelo Povo, de Robinson Faria, agora no segundo turno, mas o TRE derrubou. No total já chegam a mais de 11 minutos os espaços para direito de resposta nos últimos programas no rádio e na televisão do candidato do PMDB.

Fonte:Blog do Barbosa

RN:Tropas federais a mais dez municípios do RN; agora, serão 47 cidades

31832293-3b71-49a0-a82b-05bb3bb793dc

A última segunda-feira (20), a ministra do Tribunal Superior Eleitoral, Luciana Lóssio, aprovou o envio de tropas federais para as seguintes zonas eleitorais: 40ª (Pau dos Ferros), 57º (Jardim de Piranhas) e 13ª (Santo Antônio).

Assim, 47 municípios do Rio Grande do Norte contarão com tal reforço para garantir a segurança do pleito no segundo turno das Eleições 2014: Macaíba, Ielmo Marinho, Goianinha, Tibau do Sul, Espírito Santo, São José de Campestre, Monte das Gameleiras, Serra de São Bento, Caicó, Jucurutu, Carnaubais, Ipanguaçu, Mossoró, Serra do Melo, Baraúna, Apodi, Felipe Guerra, Itaú, Severiano Melo, Rodolfo Fernandes, Caraúbas, Umarizal, Olho D’água dos Borges, Luís Gomes, José da Penha, Major Sales, Paraná, Monte Alegre, Lagoa Salgada, São Fernando, Timbaúba dos Batistas, Pendências, Alto do Rodrigues, Pedro Avelino, Cruzeta, São José do Seridó, Coronel Ezequiel, Santo Antônio, Passagem, Várzea, Jundiá, Serrinha, Lagoa de Pedras, Pau dos Ferros, Rafael Fernandes, São Francisco do Oeste, Jardim de Piranhas.

Fonte:BlogdoBG

Robinson: ‘A máscara caiu. Ele voltou a ser o Henrique de sempre’

i8o78o7

Candidato do PSD a governador diz que adversário passou imagem de líder maduro, mas “a máscara caiu”

Alex Viana

Repórter de Política – JH

O candidato do PSD a governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), se disse indignado com as baixarias do candidato do PMDB, Henrique Alves, utilizadas na reta final da campanha com o intuito de reverter o quadro desfavorável nas pesquisas. Atingido em sua honra, o vice-governador afirmou que o adversário quis passar, no início da campanha, imagem de líder maduro, ao destacar que faria uma campanha de alto nível. Entretanto, de acordo com Robinson, essa máscara caiu, provando que a postura inicial de Henrique era apenas de um personagem.

“Minha indignação é quanto à mudança da condução da campanha do opositor, o desespero. Bastou a pesquisa sinalizar nossa vitória, começou o festival de baixarias. Isso me causa indignação e perplexidade. A população não queria que a campanha fosse nesse nível. Todos os dias são mentiras, acusações, calúnias. A população não suporta mais esse tipo de atitude. Eu mesmo esperava que o candidato tivesse outra conduta. Até pelo cargo que ele ocupa, de presidente da Câmara dos Deputados, um dos mais importantes do Brasil. Jamais imaginei que ele pudesse ter posto a campanha nesse nível de tantas baixarias”, disse Robinson.

Na reta final da campanha eleitoral deste ano, Henrique apresenta sob forma de “escândalo” o fato de Robinson possuir 98 apartamentos no residencial Caravelas, em Parnamirim, que faz parte do Minha Casa, Minha Vida. A defesa de Robinson explicou que não há nada de irregular nisso. Ele era proprietário do terreno onde foram construídos os apartamentos e ficou com parte dos imóveis como permuta. Um contrato, inclusive, “totalmente legal”, segundo a defesa. A justiça já se pronunciou a respeito, acatando a defesa de Robinson e determinando direito de resposta no programa de Henrique. O juiz eleitoral Cícero Macedo, na sua decisão, disse que “a inverdade contida na propaganda busca passar, com informações distorcidas, uma imagem negativa e maculadora da honra e imagem do candidato Robinson Faria”.

PERSONAGEM

Robinson criticou duramente a conduta de Henrique. Para o candidato do PSD, que, segundo a última pesquisa Ibope, tem 54% dos votos contra 46% do opositor, o nível da campanha de Henrique mostra a face real do peemedebista. “Henrique falou no começo da campanha que era um novo Henrique, que tinha feito reflexão, que tinha sepultado o passado. Só que era um personagem; não era real. O verdadeiro Henrique é esse. Radical, acusando, promovendo baixarias, usando os veículos de comunicação ligados a ele para atacar os adversários. Esse é o verdadeiro Henrique. O Henrique do começo da campanha era uma farsa. Minha indignação é essa. Esperava uma campanha do mais alto nível. E ele voltou àquelas práticas políticas velhas, antigas, ultrapassadas, e que o povo não quer mais”, observou ainda o vice.

Na visão de Robinson, Henrique subestimou que tinha um adversário que poderia crescer. “Ele se achava vitorioso, e quis passar para o povo a posição de um líder maduro. Mas era apenas um personagem. Bastou a campanha passar para o segundo turno que a máscara caiu. E ele voltou a ser o velho Henrique de sempre. Ou seja, Henrique não mudou, não vai mudar, nem é mudança”, finalizou Robinson.

Mineiro: “Índice de baixaria é o indicador de derrota medido pelo Instituto do Desespero”

O deputado estadual reeleito Fernando Mineiro (PT) declarou na manhã desta quarta-feira que o nível de baixaria na campanha de Henrique Alves (PMDB) é um indicador da derrota eleitoral do candidato no próximo domingo. Segundo Mineiro, o desespero do peemedebista é compreensível, vez que contava com vitória no primeiro turno da eleição, e agora se vê na iminência de uma derrota no segundo turno. “Acho que esse processo de baixarias acabou servindo para tirar a máscara de quem dizia que faria uma campanha propositiva. No meu ponto de vista, o índice de baixaria é o indicador de derrota, medido pelo instituto do desespero. Quanto maior o nível de baixaria, menor é o voto do eleitor”, afirmou o petista, que coordena a campanha eleitoral de Robinson em Natal.

Mineiro torce para que o nível da campanha melhore, mas destacou não ter ficado surpreso com o chamado “marketing do esgoto”, usado na campanha de Henrique para tentar reverter o quadro eleitoral adverso mostrado pela pesquisa Ibope (56% para Robinson e 46% para Henrique).  “Sobre o nível da campanha, espero que não prevaleça tão baixo. É desespero, compreensível, para quem cantava em verso e prosa que ganharia a eleição numa barbada. Eu sou um cara compreensível, compreendo a agonia das pessoas”, disse o petista, destacando que, embora não tenha ficado surpreso, o fato é que, “na iminência da derrota, o adversário usa de todas as armas, o que só aprofunda a derrota”.

Ao partir para expedientes sensacionalistas e falaciosos no programa de rádio e TV, tentando criar escândalos inexistentes, como o dos apartamentos da MRV, Henrique encarna o que representa como político, segundo Mineiro. “Eu disse que Henrique era a síntese dos últimos 40 anos de campanha no RN. Esse tipo de coisa é uma das características desse passado. Ele representa esse passado, é da cultura dele”, observou.

Para o petista, Robinson vencerá a eleição no próximo domingo porque o uso de estratégias como a utilizada por Henrique “só faz diminuir a votação de Henrique”. E insiste: “O índice de baixaria é inversamente proporcional ao índice de votos. Quanto maior a baixaria, menor o voto. Não me baseio por pesquisa para medir isso, mas pelo instituto desespero”, afirmou, destacando que, apesar disso, na reta final, a disputa será voto a voto. “Nada de já ganhou, apesar de todos os indicativos. Venceremos a eleição, tanto local, como nacional. Vamos ganhar em Natal, devido ao debate e à discussão e ao convencimento das pessoas. Voto a voto até o último momento e vamos ganhar”, frisou.

NACIONAL

Sobre a retomada da dianteira segundo as pesquisas, obtida pela candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, Mineiro se disse seguro da vitória contra o tucano Aécio Neves. “Vamos ganhar. Há uma reação da sociedade. Aécio começou com baixaria, atacando, fazendo ironias, utilizando os mesmos processos. A disputa é muito densa na sociedade. Mas as pessoas vão amadurecendo, porque, por traz da baixaria, as pessoas amadurecem. Na verdade, as pesquisas internas já tinham os indicativos da vitória de Dilma Rousseff neste segundo turno”, afirmou.

Comissão do Detran entrega pauta de reivindicações a Robinson

robinson detran

A Comissão de Trabalhadores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) entregou nesta quarta-feira (22) uma pauta de reivindicações ao candidato ao Governo Robinson Faria (PSD) sobre a categoria, incluindo melhorias nas condições de trabalho e reajustes salariais.

A lista de reivindicações é direcionada a valorização dos servidores que – de acordo com a categoria – tiveram mais de 30% de perdas salariais nos últimos governos enquanto a arrecadação cresceu 36,6%.

O Plano de Governo apresentado por Robinson para o Rio Grande do Norte destaca a valorização dos servidores e a manutenção do diálogo. “Um bom governo é aquele que dialoga com os servidores, que sabe cuidar bem de quem irá atender a população. No nosso governo faremos uma grande pactuação com os servidores públicos, valorizando e motivando”, argumenta Robinson.

Um dos desafios do funcionalismo público no Rio Grande do Norte é a questão da infraestrutura. Sobre o assunto, Robinson irá reestruturar as unidades do DETRAN no interior do Estado e na capital e criar as centrais de atendimento ao cidadão.

 

RN:Instituto Certus divulga pesquisa hoje à noite para o Governo

O  Instituto Certus em parceria com o blogue do BG divulgará nesta quarta-feira a noite mais uma pesquisa para o governo do Rio Grande do Norte e Presidente da República. A pesquisa  tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014.

Os dados foram coletados entre os dias 18/10/14 e 21/10/14, foram entrevistadas 1510 pessoas em todas as regiões do estado. A Margem de erro é de 3%.

NOVA CRUZ: Prefeito Cid Arruda participa de Inauguração

 

10424241_779309505443399_4438859140532859337_n

10628199_593275620795597_2555376887641063419_n

O Prefeito Cid Arruda Câmara e a Secretária de Educação do Município, professora Valéria Arruda Câmara entregaram à comunidade da Escola Municipal Antonio Peixoto Mariano, do bairro do Salgado, as obras de reforma e ampliação daquela escola, em solenidade ocorrida na tarde da terça feira, 21 de Outubro, prestigiada por autoridades e pelos pais, funcionários e alunos da referida escola.

Entre as autoridades estavam, a diretora da escola, professora Maria José Camelo, o Promotor de Justiça e da Educação, Dr. Adriano Gama Dantas, o Pároco de Nova Cruz, Padre Francisco Assis Inácio, o professor Antonio Barbosa, representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação – SINTE, Major Genilton Tavares, comandante do oitavo batalhão de Policia militar, o vereador Valdo Salu – que no ato representou a Câmara Municipal, Leonel Pontes, gerente regional do SEBRAE sediado em Nova Cruz, Raimundo Martins, Presidente do Comércio Varejista e Damião Gomes da Silva, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nova Cruz, além de Secretários municipais e de auxiliares da administração municipal.

Em tarde festiva, houve apresentação das orquestras de Violinos e violões, sob as batutas dos maestros, Querfrem e Luan, formadas também por alunos daquela escola, além de uma dança promovida por alunos do projeto Mais Educação da referida. Em seguida as autoridades dirigiram suas palavras aos presentes. O Promotor parabenizou a administração do Prefeito Cid Arruda e a Secretária de Educação pela “seriedade e aplicação com que conduzem a educação municipal” que para ele, “é o principal modo de mudança da sociedade diante dos fatos de violência e degradação social em que vivemos”.

1508207_779312855443064_824282716283462425_n

O prefeito Cid Arruda Câmara afirmou que estava muito feliz com mais uma importante realização de sua administração. “Aqui não é uma maquiagem, mas ações concretas que mudaram para melhor o ambiente escolar e permitirão uma melhor qualidade de ensino para estes alunos”, afirmou o Prefeito.

10395828_779313505442999_3552676475202720279_n

A Secretária de Educação, bastante emocionada, lembrou da dedicação e do carinho com que aquela escola foi reconstruida e ampliada para a boa educação dos filhos daquela população ali presente. Ela lembrou que a gestão do Prefeito Cid Arruda está desenvolvendo um projeto de revitalização de todas as escolas e creches municipais, na cidade e na zona rural do município, que começou pelas escolas mais deterioradas, como foi o exemplo da Escola “Arcelina Fernandes”, na localidade de Xique-xique ( zona rural) que até laboratório de informática passou a ter após as reformas.

Ao final, alunas da escola entregaram ramalhetes de flores à Secretária e ao Prefeito como forma de homenagem e de agradecimentos pela benfeitoria trazida à sua escola. Em seguida, o Prefeito acompanhado pela Secretária e pelas autoridades e dos demais presentes se dirigiram para a entrada do prédio, para o descerramento da placa de reinauguração da Escola Municipal Nestor Marinho.

10407626_593275680795591_3360003576357343163_n

10501603_593275644128928_3529612866101094873_n

68977_593275664128926_4508777870109742493_n

10675678_593275707462255_1531461354295271159_n (1)

Fonte:Texto – Claudio Lima com fotos:Eduardo Vasconcelos

A diferença do Residencial Caravelas de Robinson para o Residencial Cabugi e Jacumã da família de Henrique Alves

Eu não sou tão velho, mas fiquei sabendo que Aluízio Alves quando foi governador, em 1960, doou um terreno para Rádio Cabugi, que por sinal ele era o proprietário.. Ou seja, ele doou um terreno público pra ele mesmo..

Neste terreno por muitos anos funcionou os transmissores da rádio…

Natal cresceu e o terreno foi se valorizando e os transmissores da Rádio Cabugi foi transferido para Zona Norte onde hoje funciona o Norte Shopping..

O terreno que o governador, Aluízio Alves, pai do candidato a governador, Henrique Alves, doou a ele mesmo, depois da retirada dos transmissores, deveria ter voltado ao patrimônio público…

Mas, não voltou.. O pai de Henrique Alves, com o crescimento da cidade resolveu ganhar dinheiro com o imóvel de origem publica.. O que o pai de Henrique Alves fez?

downloadAgora as pessoas estão achando engraçado o fato de Henrique Alves ter esquecido dessa passagem e acusar Robinson Faria de ter trocado seu terreno para construir unidades do programa Minha Casa Minha Vida…Fez exatamente o que o candidato a governador, Robinson Faria fez no terreno de Parnamirim, permutando o terreno por apartamentos construídos.. Assim a família Alves recebeu vários apartamentos nos edifícios, Residencial Cabugi e no Edifício Jacumã, ambos construídos na margem direita da BR 101, quase defronte ao Campus Universitário e colados com o prédio da TV Cabugi na rua Libânia Pereira Galvão, vizinho ao Centro Administrativo do Governo do Estado, onde o terreno Aluízio desmembrou pra ele mesmo..

A diferença do terreno de Robinson para o terreno de Henrique Alves são duas:

A primeira, que Robinson deu uma destinação social ao terreno em Parnamirim para ser construídos imóveis populares, enquanto o terreno de Henrique Alves serviu para construir apartamento para classe média de Natal…

A segunda diferença, é o fato do terreno de Robinson ser fruto do trabalho de seus pais, empresário, Osmundo Farias e Dona Jane Mesquita Faria, de quem Robinson herdou, enquanto o terreno dos Alves foi fruto de uma doação do então governador, Aluízio, pra ele mesmo e sua família..

Fonte:Blog do Primo

AGRESTE:Vice-prefeita de Santo Antônio, Valéria Cavalcanti deu adeus a Henrique Alves e passou a apoiar Robinson

Candidata a deputada estadual pela coligação do candidato a governador, Henrique Alves, anunciou ontem que passou a apoiar o candidato a governador, Robinson Faria…

Atual vice-prefeita do município de  Santo Antônio, Valeria Cavalcanti do PSDB é  esposa do médico Pedro Cavalcante ex-secretário de Saúde do RN.

POÇO – por Túlio Lemos

Deu no Jornal de Hoje

____________________________________________

Quando se pensava que a campanha de Henrique não iria mais apelar à baixaria ou se amparar em matéria-prima mentirosa…

Quando se pensava que a campanha de Henrique não iria mais apelar à baixaria ou se amparar em matéria-prima mentirosa para tentar reverter o quadro adverso, ele conseguiu ir mais fundo. Como falou bastante em poço, realmente parece ter chegado ao fundo do poço de maldades.

APARTAMENTOS

O programa eleitoral de Henrique usou uma suposta aquisição de 98 apartamentos, que teria sido feita por Robinson, que seria beneficiário do programa popular Minha Casa, Minha Vida. A guerrilha de esgoto da campanha conseguiu, em um só tema, concentrar farsa, mentira, baixaria e uso da boa fé de pessoas humildes.

MENTIRA

A questão dos apartamentos passou bem longe do que foi dito no programa de Henrique. Porém, mesmo que houvesse um sopro de verdade no que foi mencionado como escândalo, é absolutamente repugnante que uma coligação forte politicamente, representativa e com integrantes tão expressivos, precise utilizar instrumentos mentirosos e sujos para atingir seu adversário e conquistar o poder na base do vale tudo.

LEMBRANÇA

Nunca é demais relembrar que Henrique começou a campanha afirmando que havia mudado seu estilo; que o radical do passado não existia mais; que eleição não é guerra; que só fala mal dos outros quem não tem nada para falar de bem de si. Reforçou que sua campanha seria propositiva e não haveria baixaria. Alguns, acreditaram.

REALIDADE

Quando a vitória não foi obtida no primeiro turno, conforme o planejamento da campanha, Henrique voltou ao normal. Ou seja: a máscara do bom moço, que foi usada em parte do primeiro turno, desgastou-se e caiu, revelando bastidores do teatro funcional com objetivo claramente eleitoreiro.

PROMESSA

Aqui, não trata-se de defender ou acusar quem quer que seja. É apenas uma constatação da realidade atual, em comparação com o passado recente. Mas como acreditar em propostas de alguém para o futuro, se não consegue cumprir o que promete em passado recente?

NÍVEL

É com também não confundir uso de mentiras em campanha com a não utilização de ataques entre adversários. Henrique abordar incoerências, fragilidades ou eventuais falcatruas de Robinson, é perfeitamente aceitável e bom para a democracia. Desde que seja respeitado o básico: uso da verdade. Assim como Robinson pode e deve bater nos escândalos e fragilidades de Henrique. Também respeitando o eleitor ao usar somente a verdade.

DESESPERO

Nítido desespero da campanha de Henrique ao fazer uso de uma situação privada, alicerçada em fraude, para que haja respaldo da sociedade a algo que é explicitamente mentiroso. Caracteriza-se como total falta de respeito ao eleitorado, que é obrigado a engolir algo expelido pelo intestino de um marketing em desespero.

DESESPERO II

A cada dia que passa, o marketing baiano, importado por Henrique para ‘apimentar’ o segundo turno, escorrega na dose da desconstrução e conhece o efeito boomerangue de ataques inconsistentes. O programa mente na apresentação do candidato e no ataque.

APRESENTAÇÃO

Para mostrar um candidato ‘povo’, o marketing de Henrique já o colocou em situações inéditas em seus 44 anos de vida pública. Já tomou café com populares; já caminhou no meio do mato e conversou sem pressa com agricultores; já bateu papo com jovens; e ontem, Henrique tomou café com uma pessoa simples que mora em uma casa humilde. Tudo que ele nunca fez na vida. As imagens são incompatíveis com a história do candidato. Talvez por isso, o efeito não tenha sido o desejado.

SILÊNCIO

Henrique conta em seu palanque com seis ex-governadores, três senadores e uma infinidade de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças de quase 20 partidos. Até o momento, silêncio absoluto de conivência com o uso de mentiras e fraudes na campanha eleitoral. O que é que tá havendo?

AFRONTA

Do jornalista e advogado Gustavo Negreiros, no Twitter: “A campanha no RN partiu para baixaria geral. O programa ontem do PMDB resolveu afrontar a inteligência popular. Será que ninguém no PMDB ouviu falar que existe permuta imobiliária, prática comum no mercado?!?!”.

CONSTRUÇÃO

Negreiros conclui: “Acho muito mais inteligente a construção de um pensamento do que a desconstrução de uma imagem concretizada apenas em argumentos mentirosos. Se as campanhas já estão usando de artifícios desonestos com o eleitor o que esperar depois da posse do governador eleito?!?!”

____________________________________________

Henrique responderá na Justiça por tentar criar escândalo envolvendo Robinson

Candidato do PMDB é acusado de caluniar e difamar adversário por propaganda eleitoral sobre apartamentos

Deu no Jornal de Hoje

APARTAMENTOS-DE-ROBINSON

Pregador da campanha “limpa” e de alto nível, o candidato ao Governo do RN, Henrique Eduardo Alves (PMDB), baixou, de vez, o nível da campanha eleitoral neste segundo turno. Quem aponta isso é a coligação encabeçada por Robinson Faria (PSD), que na manhã de hoje ingressou com um direito de resposta e uma notícia crime acusando Henrique de calúnia e difamação por tentar envolver, na propaganda eleitoral do PMDB, o adversário num escândalo de apartamentos do programa federal Minha Casa, Minha Vida.

O motivador do “escândalo” seria o fato de Robinson ter 98 apartamentos no residencial Caravelas, em Parnamirim, que faz parte do Minha Casa, Minha Vida. A defesa de Robinson explicou que não há nada de irregular nisso. Ele era proprietário do terreno onde foram construídos os apartamentos e ficou com parte dos imóveis como permuta. Um contrato, inclusive, “totalmente legal”.

“Em sendo assim indaga-se: qual a ilegalidade ou imoralidade no ato? Ao contrário do afirmado na propaganda injuriosa e difamatória, tratou-se de negociação legal e dentro dos parâmetros do mercado imobiliário local. A única resposta para a veiculação da já mencionada propaganda é o desespero da coligação de Henrique, que se vê cada vez mais distante da vitória no pleito e busca fazer uso de meios escusos e totalmente distantes da moralidade e respeitabilidade que devem nortear as eleições”, afirmou a coligação de Robinson Faria, em trecho de pedido de resposta enviado para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

“A análise da documentação ora anexada é de fulcral clareza para esclarecer o episódio das referidas unidades habitacionais. Robinson era proprietário do terreno onde o condomínio destinado ao programa social foi edificado. A negociação foi transparente e revestida de todas as formalidades legais e devidamente registrada em cartório. Mais que isso, essa informação era de conhecimento de Henrique Alves e da sua propaganda, que forçosamente a omitiram para fantasiar uma farsa na suposta aquisição dos imóveis”, acrescenta a ação, assinada pelo advogado Fábio Sena.

“A propaganda é completamente inverídica e extrapola a crítica administrativa quando é realizada sem nenhuma base sólida para ser realizada. O primeiro viés da propaganda é fazer o eleitorado crer que ao possuir 98 unidades habitacionais em condomínio destinado ao programa Minha Casa Minha Vida, Robinson estaria cometendo algum ato imoral”, ressaltou a ação por direito de resposta, acrescentando que “a propaganda atacada distorceu as informações, com o intuito de incutir que o candidato do PSD fez uso do prestígio político que possui para conseguir as referidas unidades habitacionais, o que é ato de elevada reprovação social”.

CONDOMÍNIO

A propaganda de Henrique Alves ressaltou, ainda, que Robinson Faria teria uma dívida de mais de R$ 153 mil em condomínios não pagos do imóvel. Isso resultaria na insatisfação de condôminos adimplentes mostrados na propaganda do peemedebista que foi ao ar nesta segunda-feira. Porém, segundo a defesa do candidato do PSD, ele não teria qualquer obrigação sobre o pagamento dos condomínios, que seriam responsabilidade da construtora responsável pela obra, conforme estabelecido no contrato.

“A quantidade de mentiras constantes na propaganda veiculada assusta, posto que muito embora Robinson Faria não tenha qualquer responsabilidade para com o pagamento das taxas condominiais, devendo estas serem arcadas pela MRV Engenharia, não há atraso em seu pagamento”, afirma o advogado.

SUSPENSÃO DA PROPAGANDA

Por isso, a coligação de Robinson Faria requer uma liminar suspendendo imediatamente a propaganda eleitoral de Henrique Alves e que seja veiculado “direito de resposta em favor de Robinson Mesquita de Faria, no horário gratuito de televisão da Coligação Representada, turno noturno, por lm20s”.

Propaganda eleitoral de Henrique é “mentirosa, difamatória e injuriosa”

A propaganda de Henrique Alves contra Robinson Faria foi considerada tão grave e mentirosa que, além de um simples direito de resposta, a coligação encabeçada pelo PSD ingressou também com uma notícia crime contra o peemedebista, acusando-o de difamação e injúria. Para o advogado de Robinson, Fábio Sena, não há dúvidas que a propaganda eleitoral é “mentirosa, difamatória e injuriosa”.

Dentre os vários exemplos dados na notícia crime assinada por Fábio Sena dessa difamação feita por Henrique, ressalta-se o caso da dívida do condomínio, que não seria responsabilidade de Robinson e sim da construtora. “Mais uma vez, de maneira intencional e maliciosa, pautada pelo destempero e desrespeito para com o embate democrático de ideias, Henrique esqueceu-se de afirmar que o Robinson Faria não tem qualquer responsabilidade para com as taxas condominiais apontadas”, apontou o texto da ação.

“Importante destacar que todos os atos ilícitos narrados beneficiaram Henrique, já que ao atingir a honra e imagem de Robinson Faria, é causado grande desequilíbrio em pleito tão acirrado, no qual cada voto é fundamental para o sucesso”, ponderou o texto da ação, ao analisar a repercussão da propaganda eleitoral e justificar a necessidade de uma notícia crime para o fato.

“Se deve ter em mente o grande alcance da propaganda atacada, tendo em vista o seu meio de veiculação, qual seja a televisão, que é fundamental na tomada de decisões pelo eleitorado, sendo irreversível uma mácula de tamanho alcance e intensidade”, acrescentou o texto da ação.

Dessa forma, A notícia crime, que tem sete páginas de argumentação e outra dezena de anexos com contratos de compra e venda e extratos de condomínios, afirma que “os fatos e provas comprovam que Henrique incorre na prática do delito descrito nos artigos 325 (difamação) e 326 (injúria), ambos do Código Eleitoral, por ter ofendido a dignidade de Robinson, bem como lhe imputado fato ofensivo à sua reputação”.

“Diante de tudo quanto foi exposto e dos robustos indícios e provas de autoria e materialidade delitivas, vem noticiar a ocorrência dos crimes art. 325 e 326, ambos do Código Eleitoral, pleiteando que Vossa Excelência se digne a receber a presente Notícia Crime e processá-la nos moldes legais, investigando os fatos apontados, para fins de que o Ministério Público possa propor a competente Ação Penal Eleitoral cabível, vez que inconteste a prática dos delitos mencionados”, finalizou a ação movida por Robinson Faria contra Henrique.

RN:Robinson vai processar Henrique por tentar criar escândalo

A coligação liderada pelo candidato ao governo pelo PSD, Robinson Faria, ingressou com um direito de resposta e uma notícia crime acusando o seu oponente no segundo turno, Henrique Alves (PMDB), por calúnia e difamação. Segundo a assessoria jurídica do vice-governador, o peemedebista tentou envolver, na propaganda eleitoral do seu partido, o adversário num escândalo de 98 apartamentos adquiridos pelo programa federal Minha Casa, Minha Vida.

Segundo, ele era proprietário do terreno onde foram construídos os apartamentos e ficou com parte dos imóveis como permuta. A coligação de Robinson requereu uma liminar suspendendo imediatamente a propaganda eleitoral de Henrique Alves e que seja veiculado “direito de resposta”. Para o advogado Fábio Sena, não há dúvidas que a propaganda eleitoral é “mentirosa, difamatória e injuriosa”.

Sociedade civil organizado repudiou estratégia de Henrique

henrique lama

O candidato do PMDB ao governo, Henrique Alves, se valeu de um marketing de guerrilha que apelou para o “vale tudo” ou como diziam no mau futebol: “do pescoço pra baixo é joelho”.

Movimentos da sociedade civil organizada, Igreja e empresariais repudiaram a tática de desconstrução do oponente – Robinson Faria (PSD), proposta por Henrique. “Nunca se viu uma campanha tão suja”, comentam pela capital do estado.

Fonte:Blog Robson Pires

Justiça concede direito de resposta à Robinson por inverdades ditas por Henrique

As informações inverídicas, difamatórias e injuriosas divulgadas pelo candidato do acordão, Henrique Alves foram criticadas pela Justiça Eleitoral em decisão que concede direito de resposta na propaganda eleitoral em mais de 3 minutos a favor de Robinson. Na decisão, o juiz Cícero Martins de Macedo Filho critica a postura do candidato Henrique Alves. “Não descarto, também, que haja responsabilidade dos candidatos na divulgação de certas propagandas, pois é difícil acreditar que não possam, também, administrar o próprio marketing de suas campanhas. Não custa lembrar que pode passar também na cabeça dos eleitores a ideia de que quem não consegue administrar o próprio nível de suas campanhas talvez não tenha condições de administrar o Estado”.

Cícero também classifica a inserção de Henrique como “a inverdade contida na propaganda, que busca passar, com informações distorcidas, uma imagem negativa e maculadora da honra e imagem do candidato Robinson Faria”.

A decisão da Justiça Eleitoral determina o direito de resposta baseado no artigo 58 da Lei nº 9.504/97 e punição com multa de R$ 50 mil caso a coligação União Pela Mudança insista em divulgar novamente a propaganda mentirosa.

A justiça eleitoral esclarece os fatos sobre os apartamentos adquiridos através de transação comercial que obedece a regras do mercado imobiliário. “Portanto, o Sr. Robinson Faria recebeu os apartamentos no referido Condomínio Residencial Jangadas, em Parnamirim, através de um negócio jurídico legítimo, legal e público, sem ter obtido tais unidades por meio de influência no Programa Minha Casa Minha Vida, como procurar fazer crer a propaganda impugnada”, destaca o juiz em sua sentença.

Na decisão, o juiz afirma a verdade dos fatos sobre a responsabilidade no pagamento das taxas de condomínio. “Quanto ao valor das taxas de condomínio em atraso, o representante fez juntar o termo de acordo extrajudicial celebrado entre o Condomínio Residencial Jangadas e Caravelas, o Sr. Robinson Faria, e como interveniente a MRV Engenharia e Participações S/A, no qual está ultima de declara como responsável pelo pagamento dos débitos condominiais em aberto, reconhecendo a dívida, que na verdade, segundo referido documento, é de R$ 141.638,65, em valores de 20 de agosto de 2014, data em que o acordo extrajudicial foi celebrado. Os documentos acostados desmentem claramente o que foi afirmado na propaganda veiculada”.

Depois, o juiz Cícero Martins conclui a decisão afirmando “O Tribunal Superior Eleitoral, em decisões da semana passada e desta semana, decidiu abolir a baixaria, as mentiras, as inverdades, nas propagandas eleitorais no rádio e na televisão, prestigiando o debate de idéias e propostas, que é o mínimo que os eleitores esperam dos seus candidatos, varrendo para o esgoto o lixo derramado através da propaganda e que só serve para desabonar e desconstruir a democracia, a cidadania e a honra das pessoas. Realmente, esta parece ser a melhor hora para abolir para sempre tais práticas. Pois o povo brasileiro e, particularmente, o honrado povo potiguar, não merecem tal desrespeito”.

Prazo para o recadastramento do INSS termina em 31 de dezembro

Aposentados têm até o final do ano para provar que estão vivos.
Veja como fazer o recadastramento.

Jornal de Hoje – Globo

Os aposentados precisam prestar atenção no prazo para o recadastramento no INSS, que termina no final do ano. Quem não provar que está vivo corre o risco de ficar sem o dinheiro da aposentadoria.

Dos 32 milhões de beneficiários, até agora dois milhões de aposentados e pensionistas ainda não fizeram o recadastramento. Eles têm até o dia 31 de dezembro para provar que estão vivos.

Para fazer o recadastramento, o aposentado ou pensionista deve ir ao banco onde recebe o pagamento. Não precisa ir até as agências do INSS. É preciso levar um documento pessoal com foto (carteira de identidade, motorista ou trabalho).

Quem não poder ir ao banco porque tem dificuldade de locomoção ou problema de saúde pode fazer o recadastramento por procuração, mas é preciso cadastrar o representante legal em uma agência do INSS.

O recadastramento, além de atualizar os dados dos segurados, também funciona como uma fiscalização. Evita que pessoas que não têm direito continuem recebendo os pagamentos dos aposentados que já morreram, por exemplo.

Quem perder o prazo terá o pagamento interrompido.

Veja as orientações da Previdência:

1) Onde é feita a renovação de senha/fé de vida?
R – A renovação de senha/fé de vida é feita na agência do banco onde o beneficiário recebe o seu pagamento. Deve ser realizada até o dia 31 de dezembro deste ano.

2) Quais documentos são necessários para a realização da renovação de senha/fé de vida?
R – Documento de identificação com foto e de fé pública (ex: Carteira de identidade, Carteira de trabalho, CNH, entre outros).

3) A renovação de senha/fé de vida também pode ser feita por procuração?
R. Sim, desde que o Procurador tenha sido previamente cadastrado pelo INSS.

4) Se o aposentado não puder ir até a agência por motivo de doença ou por problemas de locomoção, como a renovação de senha/fé de vida será feita?
R. Em caso de impossibilidade do beneficiário, o procedimento poderá ser realizado por procurador devidamente cadastrado no INSS ou representante legal.

5) O que é necessário para se cadastrar como Procurador no INSS?
R. Para se cadastrar junto ao INSS, o procurador deverá comparecer a uma Agência da Previdência Social (APS), acompanhado pelo beneficiário que passará a representar. Em caso de impossibilidade de comparecimento do segurado, o procurador deverá apresentar Procuração devidamente assinada, conforme modelo disponível (http://www.previdencia.gov.br/forms/formularios/form011.html) na página da Previdência Social na internet (www.previdencia.gov.br), ou registrada em Cartório (se o beneficiário for não alfabetizado) e o atestado médico (emitido nos últimos 30 dias) que comprove a impossibilidade de locomoção do beneficiário, além dos documentos de identificação do beneficiário e do  procurador.

6) Esse procedimento pode ser feito por biometria?
R. O uso de biometria é facultativo. Os bancos que possuírem essa tecnologia podem utilizá-la.

7) O que devem fazer os segurados que estão no exterior?
R. Devem fazer a renovação por meio de um procurador. Geralmente, esse segurado já tem um procurador que recebe o pagamento por ele no Brasil.

8) Isto vale para os países em que há acordo previdenciário internacional?
R. Não. Nesses casos, os segurados são convocados e preenchem um formulário na embaixada ou no consulado, envia este documento por meio do banco em que recebe ou diretamente para o INSS que comprova a sua condição de vida. São pagos 14 mil benefícios em Portugal, Espanha, Grécia, Japão, Alemanha, Chile e Itália.

Em nota, Robinson Faria provou que Henrique Alves mentiu em ralação ao atraso de condomínios

Deu no Blog do Primo

O candidato a governador, Robinson Faria, em nota, esclareceu e explicou que a acusação falsa do seu adversário, Henrique Alves não passa de um artificio para confundir a opinião pública com ‘denuncias infundadas’ na reta final da eleição..

Robinson também provou que Henrique Alves mentiu ao divulgar em seu programa que Robinson Faria deve R$ 150 mil de condomínios atrasado da unidades que ele recebeu por permuta de um terreno com a Construtora MRV que ele recebeu de herança da sua família…

Confira a nota:

As pesquisas divulgadas neste segundo turno fizeram o candidato do acordão, Henrique Alves esquecer todo o seu discurso de político amadurecido e capaz de unir forças para salvar o rio Grande do Norte e revelar um lado sombrio, raivoso e de desespero. A sua campanha enveredou pelo caminho da baixaria, deixando de lado a crítica administrativa e partindo para as agressões pessoais. Uma atitude irresponsável e repudiada pelos eleitores.

Apresentando uma estratégia de querer ganhar a qualquer custo, o candidato Henrique Alves passou a divulgar em seu programa eleitoral notícia inverídica sobre imóveis de Robinson e o atraso no pagamento do condomínio destes apartamentos. É mais um ato de desespero da campanha do acordão. O ato irresponsável de divulgar mentiras está sendo contestado judicialmente pelo candidato Robinson Faria (PSD) por difamação e injúria.

A verdade é que Robinson possuía um terreno e fez uma transação comercial com a empresa de engenharia MRV dentro dos parâmetros do mercado imobiliário. A empresa optou pela construção de apartamentos, mas podia ter sido de um shopping, um campo de futebol ou qualquer outra obra de responsabilidade da empresa. A empresa pagou a Robinson pelo terreno com unidades do condomínio.

Robinson nunca teve dívidas com condomínio, já que a condição dele junto a empresa é sempre de credor e não devedor, como inventa o candidato do acordão. De acordo com o contrato é responsabilidade da MRV Engenharia o pagamento das taxas condominiais das unidades habitacionais, não possuindo o Robinson qualquer ingerência sobre o pagamento das mesmas.

A administração do condomínio residencial Jangadas e Caravelas emitiu em setembro passado a certidão de “nada consta” de Robinson Faria (em anexo) e a divulgação irresponsável e mentirosa da notícia será julgada pela Justiça Eleitoral.

Nada Consta

RN:IBOPE divulgará mais uma pesquisa nesta sexta-feira (24)

O Ibope registrou mais uma pesquisa eleitoral para ser divulgada sobre o pleito do Rio Grande do Norte. Com o número 046/2014, os números do Ibope serão publicados na sexta-feira, a 48 horas do pleito.

A pesquisa foi encomendada pela InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo, e custou 50.327,76.

Serão feitas 812 entrevistas, que começaram ontem e serão concluídas na sexta.

Caravana da Vitória arrasta multidão em Serra Caiada

IMG_5623

IMG_5775

O candidato ao Governo do Estado, Robinson Faria (PSD), arrastou uma multidão vestida de vermelho em Serra Caiada na noite desta segunda-feira (20). Com o ex-prefeito Faustinho e a prefeita Socorro dos Anjos, ele foi em carreata até o centro da cidade onde discursaram para milhares de pessoas.

“Eu não tenho dúvida de que cada um que está aqui vai conquistar mais votos. Esse homem vai ser o governador da liberdade”, disse o ex-prefeito. Robinson disse que muita gente pensou que ele teria dificuldade de falar em Serra Caiada devido ao fato de Faustinho e seu grupo político terem rompido há alguns anos e no primeiro turno desta eleição ter apoiado o candidato adversário.

“Eu queria dizer que nunca foi tão fácil eu falar em Serra Caiada. Até porque antes o povo aprovou a aliança de Robinson com o povo e a voz do povo é a voz de Deus, então vocês praticamente já fizeram meu discurso. A vida na política é feita de encontros, desencontros e reencontros. Eu e Faustinho no passado tivemos grandes parcerias e depois tivemos um afastamento político. Vim para Serra Caiada e apoiei uma candidata a prefeita contra Socorro. Faustinho tem humildade de dizer quando erra e eu também tenho humildade de dizer quando erro”, afirmou Robinson.

Canguaretama

IMG_6008
Depois de Serra Caiada, Robinson seguiu com a Caravana da Vitória para Canguaretama com deputado estadual eleito Dison, ex-prefeito Wellison e a atual vice-prefeita Fátima. Além da presença do vice-governador da Paraíba e deputado federal eleito Rômulo Gouveia (PSD).

Robinson encerrou a agenda desta segunda-feira no município de Goianinha. Lá ele destacou questões importantes como os projetos que pretende implementar no que se refere à Educação, Saúde e Segurança Pública. E afirmou que vai construir o Distrito Industrial de Goianinha. “Será mais emprego e renda gerados para a população de Goianinha”, ressaltou