Nova Cruz/RN -

Gari se forma em Direito, é aprovado na OAB e comemora: ‘Nunca desista dos seus sonhos’

Antes de vestir terno e gravata, Flávio Silva, por seis anos, vestiu o uniforme de gari na Prefeitura de Tibau do Sul, distante 78 quilômetros de Natal. Durante esse tempo, ele viajou diariamente para Natal para realizar um sonho: estudar Direito e se tornar advogado. O sonho foi alcançado. Ele recebeu a carteira da OAB no último dia 31 de março.

Aos 39 anos, casado, com dois filhos, Flávio contou que realizou concursos públicos para conseguir sustentar a família. E a escolha pela profissão de gari foi diretamente ligada ao desejo que tinha de estudar. “Fiquei na suplência de assistente administrativo do Detran, passei na Guarda Municipal de Tangará e passei pra gari de Tibau do Sul. Foi onde eu assumi, por ficar sabendo que tinha dois ônibus escolares que vinham para Natal. E o que eu precisava era isso, era o ônibus para vir para a universidade”, conta.

O primeiro desafio foi entrar no curso de Direito. Ele fez uma prova, foi aprovado e conseguiu matrícula em uma universidade particular em Natal. Ele pagava o curso com parte do salário e contava com a ajuda da mãe. Depois de seis horas de trabalho, debaixo do sol ou de chuva, precisava viajar todos os dias por quase duas horas em um ônibus escolar e lutar contra o cansaço durante as aulas.

No geral, Flávio só dormia três horas por dia. Mesmo diante de todas as dificuldades, uma palavra nunca chegou a ser cogitada. “É essa palavra não existe no meu dicionário: desistir”, diz. Flávio conta que se deu conta que tinha realizado o sonho ao ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil.

“Quando eu vi o resultado, que eu tinha sido aprovado no exame da ordem, eu chorei por quarenta minutos. Eu lembrei de todo sacrifício que passei”, relatou. Flávio passou na primeira prova da OAB. Agora ele já pode advogar. Por enquanto, segue como servidor de Tibau do Sul. Ele está de férias e pretende tirar uma licença para começar a advogar em um escritório.

G1 RN

Governo Federal paga R$ 569 milhões em dívidas de cinco estados, entre eles o RN

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Governo Federal pagou R$ 569,46 milhões em dívidas atrasadas de estados em março, informou nesta quinta-feira (7) a Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Os números dizem respeito às dívidas garantidas pela União e não honradas por cinco estados.

Foram R$ 195,46 milhões relativos a inadimplência do Rio de Janeiro; R$ 182,66 milhões do Rio Grande do Sul; R$ 109,91 milhões de Minas Gerais; R$ 76,40 milhões de Goiás e R$ 5,03 milhões do Rio Grande do Norte.

No acumulado do ano, a União honrou R$ 2,12 bilhões em dívidas garantidas de entes subnacionais. Os estados com os maiores pagamentos realizados pelo Tesouro foram Minas Gerais (R$ 1,08 bilhão, ou 50,93% do total), Rio de Janeiro (R$ 429,58 milhões, ou 20,30% do total) e Goiás (R$ 410,94 milhões, ou 19,41% do total).
As garantias representam os ativos oferecidos pela União – representada pelo Tesouro Nacional – para cobrir eventuais calotes em empréstimos e financiamentos dos estados, municípios e outras entidades com bancos nacionais ou instituições estrangeiras, como o BID, Bird e o Banco Mundial. Como garantidor das operações, ele é comunicado pelos credores de que não houve a quitação de determinada parcela do contrato.
Caso o ente não cumpra suas obrigações no prazo estipulado, o Tesouro compensa os calotes, mas desconta o valor coberto com bloqueios de repasses federais ordinários, além de impedir novos financiamentos.
A Secretaria do Tesouro disse que monitora os eventuais atrasos de pagamentos dos contratos garantidos pela União, estabelecendo prazos para regularização das pendências, “alertando os devedores para as sanções, penalidades e consequências previstas nos contratos e na legislação pertinente”.
Caso o ente federativo não acerte as pendências, a exemplo dos casos de honra de aval ou de atraso nos pagamentos de operações de crédito garantidas, ele fica impedido de obter garantia da União para novos contratos de financiamento por até 12 meses.
Há casos, entretanto, de bloqueio na execução das contragarantias. Entre 2019 e 2021, diversos estados que obtiveram liminares no Supremo Tribunal Federal (STF) suspenderam a execução.
“A União está impedida de executar as contragarantias de diversos estados que obtiveram liminares no Supremo Tribunal Federal (STF) suspendendo a execução das referidas contragarantias e também as relativas ao Estado de Goiás, que está sob o Regime de Recuperação Fiscal (RRF) instituído pela Lei Complementar nº 159, de 19 de maio de 2017 (alterada pela Lei Complementar nº 178, de 13 janeiro de 2021)”, informou a Secretaria do Tesouro.
Agência Brasil

Morre Garibaldi Alves, pai do ex-governador Garibaldi Filho

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (7), aos 98 anos, o ex-senador e ex-vice-governador Garibaldi Alves, pai do ex-governador Garibaldi Filho. A morte ocorreu por volta das 4h30, por causas naturais devido à idade do político potiguar, que estava em casa, em Natal.

Garibaldi Alves foi vice-governador e exerceu três mandatos como deputado estadual

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (7), aos 98 anos, o ex-senador e ex-vice-governador Garibaldi Alves, pai do ex-governador Garibaldi Filho. A morte ocorreu por volta das 4h30, por causas naturais devido à idade do político potiguar, que estava em casa, em Natal.

Garibaldi Alves com filho, neto e bisneto

Garibaldi Alves com filho, neto e bisneto

Ainda não há a confirmação sobre horários de velório e sepultamento.

Fonte: Tribuna do Norte

Podemos deve se unir a PSDB, MDB e União na 3ª via

Outra via

Alguns políticos do grupo não gostam da expressão “terceira via”. É o caso do tucano João Doria, que prefere “via da esperança” ou “melhor via”.

Sobrevivência

Sem contar com a candidatura própria a presidente, como pretendia, o Podemos avaliou que não resta outra atitude senão buscar alianças em seu campo político.

Custou caro

A presidente do Podemos ficou devastada com a atitude de Moro, em quem o partido investiu expectativas, esperanças e dinheiro, muitos gastos.

Rastro de pepinos

Entre os “pepinos” que deixou para o Podemos resolver esteve o rompimento do marqueteiro contratado, Paulo Vasconcelos, um dos mais caros do mercado.

Câmara pode revogar regra e redistribuir cargos

Plenário da Câmara dos Deputados. Foto: Paulo Sergio/Agência Câmara

A alteração nas bancadas dos partidos na Câmara dos Deputados, após a janela de migração, já provoca a movimentação de líderes de partidos nos bastidores. A ideia é alterar a regra que mantém a atual estrutura de cargos, que são divididos e distribuídos de acordo com o número de deputados que cada partido, ou bloco, tem no início da legislatura. Alguns partidos perderam musculatura, como PDT e PSB, mas outros, como o PL de Jair Bolsonaro e o PP, do presidente da Casa, Arthur Lira (AL), agora querem direito a uma fatia maior dos cargos e funções.

O problema

Pela regra, criada em 2014, a única exceção é a fusão entre PSL e DEM, atual União Brasil, que teriam os cargos somados, apesar da redução na bancada.

Disparidades

Maior defensor da revogação da regra, o PL tem 78 deputados, mas fica com a mesma quantidade de cargos do MDB, que tem metade: 39.

Nos bastidores

O assunto foi discutido na reunião de líderes de ontem e deve ser o principal tema das reuniões das próximas semanas, mesmo não-oficialmente.

______________________________________

Bolsonaro sobe mais e já empata com Lula na pesquisa espontânea

Lula, Bolsonaro e Moro seguem à frente nas intenções de voto.

Lula (PT) teria 26,8% e Bolsonaro (PL) 23%. Diferença já representa empate técnico, mas petista lidera também nos cenários estimulados. VEJA

Levantamento dos instituto Paraná Pesquisa divulgado nesta quarta-feira (6) mostra que o petista Lula lidera as intenções de voto para a eleição presidencial de outubro, contra o presidente Jair Bolsonaro (PL). Tanto no cenário espontâneo, quanto no cenário estimulado, o pré-candidato do PT está à frente da pesquisa, mas a diferença entre os dois principais pré-candidatos tem diminuído nos últimos meses.
No cenário espontâneo, onde o nome dos candidatos não é revelado aos pesquisados, Lula tem 26,8%, enquanto Jair Bolsonaro tem 23%. Ambos cresceram em relação ao levantamento de março (25,8% a 21,5%), mas a diferença diminuiu.
No primeiro cenário estimulado, quando o candidato do PSDB é João Doria, Lula teria 40% e Bolsonaro 32,7%. Sergio Moro (UB) é o terceiro com 7,1%, Ciro Gomes (PDT) tem 5,4%, Doria 2,3%, Andr∑é Janones (Avante) 1,1%, Simone Tebet (MDB) 0,6% e Luis Felipe D’Ávila (Novo) 0,1%.

No segundo cenário, com o ex-governador gaúcho Eduardo Leite como o candidato tucano no lugar de Doria, o resultado do PSDB cai para 2%. Lula e Bolsonaro continuam no mesmo patamar.

O Paraná Pesquisa realizou 2.020 enterevistas pessoais, face a face, entre 31 de março e 5 de abril, em 164 municípios dos 26 Estados e do Distrito Federal. O levantamento está registrado Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-08065/2022 para o cargo de Presidente, como determina a Resolução-TSE n.o 23.600/2019. Clique aqui para fazer o download da íntegra do levantamento.

NOVA CRUZ: Decisão judicial considera “ilegal” e põe fim ao movimento grevista dos professores

O movimento foi considerado pela justiça “um dano irreparável ou de difícil reparação”

Deu no Xuá do Agreste

O Desembargador Glauber Rêgo suspende o movimento grevista feito por cerca de 60 educadores, dos 229 efetivos que compõem o Sistema de Ensino de Nova Cruz.

Esses profissionais não aceitaram as condições de pagamento do reajuste salarial de 33,24%, o qual já é Lei e foi aprovado pela Câmara, e formalizaram o movimento grevista, mesmo já tendo recebido a primeira das 3 parcelas, 13,24%, agora em março, em folha suplementar.

Esse movimento foi considerado pela justiça “um dano irreparável ou de difícil reparação” pelos prejuízos que as escolas e creches fechadas, nesse importante momento de retomada, de interação social, tão necessário, causaria ao pleno desenvolvimento dos alunos que integram a rede de ensino de Nova Cruz.

A secretária Socorro Ângelo disse que, embora todas as unidades escolares estivessem abertas e proporcionando o total atendimento aos seus discentes, fica feliz pela solução desse impasse, como também pela compreensão dos educadores, que aderiram ao movimento, de retornarem às suas atividades laborais para a efetivação do processo de ensino-aprendizagem e à garantia do desenvolvimento dos estudantes.

Veja na íntegra a decisão do Desembargador:

Fonte: Xuá do Agreste

Bolsonaro anuncia fim de taxa extra e bandeira na conta de luz será verde a partir do dia 16

Foto: Getty Images/Andressa Anholete

O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou nesta quarta-feira (16/4) que o país adotará a “bandeira verde” na cobrança de luz a partir do próximo dia 16 de abril.

Segundo ele, todos os consumidores serão beneficiados. Com isso, a conta de luz terá uma redução média de cerca de 20%. Atualmente, o país adota a bandeira de “escassez hídrica”, em vigência desde agosto do ano passado.

Quando anunciada, a previsão era de que a atual bandeira permanecesse em vigor até 30 de abril deste ano, mas o governo decidiu antecipar a mudança da tarifa.

No ano passado, o Brasil viveu a pior crise hídrica em 91 anos. As principais bacias hidrográficas que abastecem o país estavam secando em razão do baixo volume de chuvas na região dos reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por 70% da geração de energia no Brasil.

Com a bandeira de “escassez hídrica”, o governo conseguiu cobrir custos de geração, transmissão e distribuição de energia durante o período de seca, quando é preciso acionar as termelétricas, que custam mais caras.

“Em 2021 o Brasil enfrentou a pior seca dos últimos 91 anos. Para garantir a segurança no fornecimento de energia elétrica, o governo federal teve que tomar medidas excepcionais”, escreveu Bolsonaro nas redes sociais.

Com o esforço de todos os órgãos do setor elétrico, conseguimos superar mais esse desafio e o risco de falta de energia foi totalmente afastado. Os reservatórios estão muito mais cheios do que no ano passado. Os usos múltiplos da água foram preservados”, reforçou.

O sistema de bandeiras tarifárias existe no Brasil desde 2015 e foi criado com o objetivo de sinalizar os consumidores sobre a geração mais cara de energia nos momentos de escassez hídrica — inibindo o consumo –, e para gerar recursos extras para bancar a compra de energia oriunda de termelétricas.

Metrópoles

Transferências de veículos podem ser feitas pela internet no RN a partir desta quarta (6)

G1 RN

Transferências de veículos podem ser feitas por um sistema digital, no Rio Grande do Norte, a partir desta quarta-feira (6), segundo divulgou o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

A compra e venda de veículo utilizando o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), do governo federal, já pode ser usada, após a adesão do órgão estadual ao sistema.

O modelo dispensa o reconhecimento de firma presencial e permite a assinatura digital da Autorização para Transferência de Propriedade de Veículos (ATPV-e), tanto do vendedor como do comprador, de forma digital.

Outro ponto importante é que a transação realizada pelo aplicativo gera a comunicação de venda eletrônica. O documento isenta o vendedor de qualquer multa ou pontuação na CNH por infrações cometidas após a comunicação.

O antigo proprietário também deixa de ser responsabilizado por acidentes envolvendo o veículo, além de responsabilidades civis, administrativas e criminais.

Como usar

Primeiro comprador e vendedor devem possuir o aplicativo Carteira Digital de Trânsito instalado nos seus smartphones, como também a autorização da assinatura digital, que pode ser feita gratuitamente por meio de conta no site do Governo Federal (www.gov.br).

No passo seguinte, o vendedor do veículo acessa o aplicativo, clica no botão “Veículos” e registra a intenção de venda, preenchendo as informações sobre o veículo, informa o CPF do comprador e assina digitalmente.

Logo após, o comprador recebe a notificação do vendedor e repete o processo de preenchimento dos dados e assinatura.

A autorização de venda irá diretamente para o sistema do governo federal e para o Detran/RN.

Depois, basta levar o veículo para ser vistoriado no Detran e efetivar o processo de conclusão de transferência veicular.

Veículo deve ter documentação digital

O chefe de Gabinete do Detran/RN, Osmar Paiva Filho, alertou que a negociação via aplicativo CDT somente é possível para aqueles proprietários que dispõem de veículos que possuem documentação digital, ou seja, automóveis adquiridos ou transferidos a partir do dia 4 de janeiro de 2021, pois são os que apresentam o CRV substituído para a versão digital, a ATPV-e.

No Rio Grande do Norte, o primeiro veículo comercializado por meio do processo de compra e venda digital foi uma motocicleta adquirida por Abel Silva Viana, que mora na cidade de Arês.

“Foi muito fácil. De 20 a 30 minutos, fizemos a compra utilizando o aplicativo e vim ao Detran para concluir a transferência”, comentou.

Ipespe: pesquisa aponta redução de diferença entre Lula e Bolsonaro; veja

O novo levantamento realizado pelo Instituto Ipespe em todo o país e divulgado nesta quarta-feira (6) apontou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança na corrida presidencial contra o atual mandatário, Jair Bolsonaro (PL). No entanto, em comparação ao levantamento anterior, Bolsonaro cresceu e reduziu a vantagem do petista.

Lula e Bolsonaro polarizam a disputa

Lula e Bolsonaro polarizam a disputa

Pelos números, Lula aparece com 44%, contra 30% de Bolsonaro na pesquisa estimulada, que é quando os nomes dos candidatos são expostos aos entrevistados. No levantamento anterior, em março, o ex-presidente tinha os mesmos 44%, enquanto Bolsonaro tinha 26%.

Na pesquisa, Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro, com 9%, seguido por João Doria (PSDB), com 3%, Simone Tebet (MDB), com 2%, e André Janones (Avante), que teve 1%. No levantamento não havia mais o nome do ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil). Na pesquisa, 12% responderam que não sabem ou não votarão em nenhum candidato.

Em um eventual segundo turno, Lula tem 53% contra 33% de Bolsonaro, mas a distância entre eles, que era de 25 pontos percentuais em janeiro, estreitou para 20 pontos em relação ao levantamento realizado em abril.

Sobre a avaliação do Governo Federal, 54% avaliam como ruim ou péssimo o Governo de Bolsonaro, mesmo percentual de março. Entre os que acham ótimo ou bom, o percentual foi de 29%, superior aos 26% registrados no mês passado. Houve queda (de 19% para 15%) entre os que acham o Governo regular.

Saída de Moro

Para o cientista político Antônio Lavareda, a saída de Sérgio Moro a disputa foi o maior presente de Bolsonaro na pré-campanha. “Há muito não se via nas intenções de voto do primeiro turno um movimento tão vigoroso em intervalo tão curto. O presidente cresceu 2 pontos na questão espontânea, chegando a 27%; e nada menos que 4 pontos na estimulada atingindo, pela 1ª vez desde 2019, os 30%. Quanto aos demais, Lula continua liderando a lista com os mesmos percentuais de 15 dias – 36% de espontânea e 44% na lista”, disse Lavareda.

Além de Bolsonaro, no entendimento de Lavareda, Ciro Gomes também foi beneficiado. “Outro beneficiário visível da retirada do ex-juiz: ganha 2 pontos e se aproxima dos 2 dígitos, com 9%, além de ficar isolado voltando à 3ª. posição. Doria (3%) e Simone (2%) parecem ter herdado cada qual 1 ponto de Moro.

A pesquisa Ipespe foi realizada entre 2 e 5 de abril, ouvindo 1.000 pessoas, por telefone, margem de erro de 3,2 pontos percentuais. A pesquisa está registrada sob número BR-03874/2022, no Tribunal Superior Eleitoral.

José Dias cobra ao Governo do Estado pagamento de emendas impositivas

Deputado do RN isenta Bolsonaro e diz que plano de vacinação contra a Covid deve ser feito por estados

O deputado estadual José Dias (PSDB), se pronunciou durante o horário das lideranças na sessão ordinária desta quarta-feira (06), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, e cobrou o pagamento das emendas impositivas ao Governo do Estado. Segundo o parlamentar, o Executivo obteve uma liminar com base em informações inverídicas para evitar o repasse dos recursos aos municípios.

“Nem informação a gente consegue. Estamos com decisões do Tribunal de Justiça mandando pagar essas emendas. O Governo conseguiu uma liminar com informações mentirosas, que emendas ultrapassavam o teto. Se é impositiva, o empenho é impositivo, é automático. Eu tenho expectativa que o Tribunal possa estabelecer a ordem jurídica ao direito no RN”, disse o parlamentar.

Segundo José Dias, os recursos são direitos dos municípios potiguares, que estão aguardando o repasse para investimentos importantes destinados a população. “Quando alguém tiver problema na saúde nesses municípios, lembrem que o dinheiro está nos cofres do Estado”, completou o parlamentar.

José Dias também elogiou o entendimento firmado pelo Executivo junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio da Codevasf, para viabilizar a pavimentação da Estrada do Melão.

Instituto Paraná: Sem Moro, Lula fica com 41,5% e Jair Bolsonaro 35,3%, são 6 pontos de diferença

Pesquisa do Instituto Paraná, divulgada hoje, mostra Lula com 41,5% das intenções de voto, apenas 6,2 pontos percentuais à frente de Jair Bolsonaro, com 35,3%, num cenário sem Sergio Moro. Ciro Gomes aparece com 5,8%, João Doria tem 3,1% e André Janones 1,2%.

O instituto também sondou cenários com Moro, que tem entre 7,1% e 7,4%. Nesses casos, a diferença entre Lula e Bolsonaro fica pouco acima de 7 pontos.

Nesses cenários, Ciro Gomes varia entre 5,4% e 5,6%. Sem o ex-juiz na disputa, o pedetista obtém apenas 5,8%. Com Moro, João Doria tem 2,4%. Sem o ex-ministro, ele sobe para 3,1%. André Janones tem 1,2%.

Na testagem de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro com 47,1% contra 38,5%.

O instituto sondou também a aprovação do governo, que subiu de 39,3% para 41,8%, entre março e abril.

O Antagonista

Fábio Dantas diz que está “preparado” para ser governador: “Se a oposição se unir em torno do meu nome, aceitarei a candidatura”

Foto: José Aldenir

Cotado pela oposição para ser candidato a governador nas eleições de 2022, o ex-vice-governador e ex-deputado estadual Fábio Dantas (Solidariedade) admitiu nesta quarta-feira (6) que pode aceitar disputar a eleição contra Fátima Bezerra (PT), mas desde que os grupos de oposição se unam em torno da candidatura dele.

Apesar de destacar que o Solidariedade já tem um pré-candidato – o ex-prefeito Brenno Queiroga, de Olho d’Água do Borges –, Fábio Dantas enfatizou que é preciso união em torno de um único projeto em 2022, e que ele está apto para a disputa.

“Precisamos ter um sentimento de unificação. Eu faço parte de um partido político, que é o Solidariedade. O partido é muito orgânico, organizado e tem um candidato, que é Brenno Queiroga. Votei nele em 2018. Agora, como eu disse, desafio é combustível para os meus sonhos. Se eu for convocado pelo partido e se a sociedade resolver que governar o Estado é muito mais do que disputar uma eleição, eu estou apto a ser candidato”, afirmou, em entrevista à 96 FM.

Ele reforçou: “Se eu for convocado e a oposição se unir em torno do meu nome, eu aceitarei sim a candidatura”.

Vice-governador de 2015 a 2018, durante a gestão de Robinson Faria, Fábio Dantas declarou que está “preparado” para ser governador do Estado.

“Em 2014, eu dizia a Robinson: ‘governador, vai ser mais fácil ganhar do que governar’. E nesta eleição é mais difícil vencer do que governar. Eu estou preparado para governar o Rio Grande do Norte. Eu não estou preparado para disputar uma eleição, mas é um desafio e a gente tem que construir barreiras para vencer isso. Se eu for candidato, eu tenho que superar a adversidade do processo eleitoral. Mas para governar eu tenho tranquilidade. E serei um bom governador”, acrescentou.

Durante a entrevista, o ex-vice-governador tentou se desligar da imagem de Robinson Faria, que saiu do governo com alto índice de reprovação. Ele disse que rompeu com o então governador no momento em que enviou para a Assembleia Legislativa, enquanto governador interino, um pacote de projetos de austeridade – que, depois, foi retirado por Robinson.

“Eu não era vice de Robinson. Eu fui eleito vice-governador do Estado para substituir o governador. E quando substituí, o fiz na necessidade naquilo que eu acreditava que era importante”, finalizou.

98 FM

Rogério Marinho vai receber titulo de cidadão paraibano pelos serviços prestados ao estado vizinho

O ex-ministro do Desenvolvimento Regional do governo Bolsonaro, Rogério Simonetti Marinho ganhou título de Cidadão Paraibano. A concessão foi sancionada nesta terça-feira (5) e foi publicada na edição desta quarta-feira (6) do Diário Oficial do Estado (DOE – PB).

Os autores do projeto que concede título são os deputados Júnior Araújo e Cabo Gilberto, da Assembleia Legislativa da Paraíba.

Rogério Simonetti Marinho, tem 56 anos e é natural de Natal, no Rio Grande do Norte. Ele é economista e filiado ao Partido Liberal. Começou a trajetória política em 2000 como suplente de vereador, tornando-se titular no ano seguinte. Foi secretário especial da Previdência e ministro do Desenvolvimento Regional no governo Jair Bolsonaro.

Na última semana, Rogério Marinho deixou o cargo para se dedicar às eleições deste ano em seu estado. No lugar, Daniel Ferreira foi o escolhido para assumir a pasta.

Agripino vai abrir diálogo com Rogério Marinho

Deu na Tribuna do Norte

O ex-governador e ex-senador José Agripino, presidente estadual do partido União Brasil, confirmou que deve conversar com o ex-ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho sobre as eleições deste ano.  O nome do ex-senador passou a ser  citado, a partir do último fim de semana, como uma das possibilidades da composição que os líderes de partidos de oposição articulam para a disputa eleitoral. Agripino disse que foi convidado para a reunião que deve ocorrer até a próxima sexta-feira, entre os dirigentes dos partidos que integram o bloco oposicionista. O ex-senador afirmou que Rogério Marinho também pediu para se reunir com ele antes.

Ex-senador José Agripino confirmou que haverá conversas

Ex-senador José Agripino confirmou que haverá conversas

José Agripino disse que se dispõe a participar das conversas com protagonistas da política no Rio Grande do Norte, mas que não tem “alinhamento automático”  com algum grupo político. “Não vou aderir a nenhum grupo sem saber das intenções e o  que pretende”, resumiu.
Agripino afirmou que ‘desconhece, objetivamente, a pauta desse encontro’, mas admite dialogar individualmente com outros líderes partidários, como é o caso do presidente estadual do PL, deputado federal João Maia, que também o procurou para o encontro isolado, antes dessa reunião conjunta com partidos da oposição.
Rogério Marinho disse que partidos de oposição terão encontro

O ex-governador José Agripino afirmou, ainda, que o novo partido, o União Brasil, tem um alinhamento de  “independência política e de oposição, como sempre esteve,  em benefício do Rio Grande do Norte”.

Encontro

Os dirigentes de partidos não alinhados ao governo estadual deverão se reunir provavelmente na próxima sexta-feira (08) para discussão sobre um projeto político-administrativo de oposição à governadora Fátima Bezerra (PT). Liberado de agendas oficiais, depois que deixou o Ministério do Desenvolvimento Regional e como pré-candidato a senador da República pelo Partido Liberal (PL), o economista Rogério Marinho intensifica as articulações políticas e, apesar de ter viajado a Brasília no início da semana, volta a Natal hoje ou amanhã para saber detalhes dessa primeira reunião com os presidentes estaduais de pelo menos sete partidos: União Brasil, PL, PP, PSC, PTB, Patriotas e Solidariedade.

“Estamos construindo um grupo de partidos de oposição ao governo do Estado que deve se reunir até o final desta semana para definir um plano, uma proposta, que se contraponha ao desgoverno que aí está”, disse o ex-ministro, ao conceder entrevista à rádio 96 FM.

Ele afirmou que esse grupo de partidos precisa apresentar uma alternativa ao que apontou como “sucateamento dos hospitais regionais. Segundo o ex-ministro, essas unidades hospitalares estão abandonadas. Rogério Marinho também disse não “se consegue andar pelo Estado”, porque as rodovias estaduais estão esburacas. “Precisamos ter um plano de recuperação da rede rodoviária”, continuou Marinho, para quem o  atual governo não tem um plano para atrair empresas e investimentos, o que deve ser contemplado com um programa a ser apresentado pelos partidos de oposição.

Segundo Rogério Marinho, a iniciativa econômica da atual administração estadual se limita ao pagamento em folha de pessoal, o que “é uma obrigação”, e, disse, só foi colocada em dia com a transferência de recursos federais. “Ela esquece de agradecer a Bolsonaro, foi o presidente que alocou recursos em quantidade maior do que os governos anteriores, o que permitiu ela cumprir com a obrigação de governadora”.

Ele explicou que será elaborado um programa e, a partir daí, definido o candidato ao governo pela oposição. “Temos quatro meses até as convenções”, comentou.

Rogério Marinho disse que  a mudança dos rumos do Estado deve unir esses partidos e suas lideranças para a escolha do candidato a governador. “O que nos une é a vontade de tirar o Estado da situação na qual se encontra, com esse pacto de mediocridade [do atual governo]. Veja que passamos dois anos sem aula presencial, então, imagine a catástrofe para as crianças que não tiveram o conteúdo dado no tempo adequado”, destacou.

Rogério Marinho lembrou que um prazo importante do calendário eleitoral venceu no dia 2 de abril para as mudanças de filiações partidárias. Mas as convenções, que definem oficialmente as candidaturas dos partidos, podem ser entre 20 julho e 5 de agosto.

Solidariedade confirma encontro da oposição

O deputado estadual Kelps Lima, do Solidariedade, confirmou que foi convidado a participar da reunião dos partidos de oposição.  Ele disse que deverá ser definido o local do encontro, que poderá ser nesta sexta-feira para que as legendas partidárias oposicionistas comecem  a definir pontos comuns de um programa de governo.

Na ocasião, também deverá haver conversas sobre nomes para uma candidatura a governador, uma vez que o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, cotado para concorrer nesta composição de partidos oposicionistas, estaria prestes a anunciar que não pretende disputar um mandato em eleição majoritária.

O Solidariedade tem como pré-candidato a governador Brenno Queiroga. Ele disputou o  mandato nas eleições de 2018, quando obteve 106.345 votos e ficou em 4º lugar.

Ontem, Brenno Queiroga conversou com o ex-senador José Agripino, presidente estadual do União Brasil.

O ex-vice-governador Fábio Dantas, que assim como Brenno Queiroga é filiado ao Solidariedade,  também é citado como uma alternativa para concorrer ao governo do Estado. Em 2021, Fábio Dantas assumiu a direção geral da Femurn (Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, o que pode facilitar a articulação do apoio de prefeitos, caso se confirme as articulações para ele ser candidato.

Integrantes dos partidos de oposição afirmaram que o nome do ex-vice-governador foi lembrado principalmente a partir do momento no qual ficou mais claro que dificilmente Ezequiel Ferreira lançaria a candidatura ao governo. A formação do bloco de oposição tem outras incógnitas.

Embora na oposição, não foi confirmado se partido Podemos participará da reunião, como também existe uma expectativa quanto ao PSDB e MDB, que estão divididos entre ser situação e oposição à governadora Fátima Bezerra, atualmente com apoio à campanha de reeleição de seis legendas – PT, PC do B, PSB, PSD, PROS, Republicanos.

Fonte: Tribuna do Norte

PSB confirma que indicará Alckmin como vice de Lula nesta sexta (8)

O presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, confirmou que a legenda fará a indicação oficial ao Partido dos Trabalhadores (PT) da pré-candidatura de Geraldo Alckmin à vice-presidência da República, durante um evento na manhã desta sexta-feira (8), em um hotel de São Paulo (SP).

Do lado do PSB estarão presentes os Ex-Governadores de São Paulo (SP) Geraldo Alckmin e Márcio França, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o Prefeito de Recife (PE) João Campos.

Do lado do PT, é esperada a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann.

Lula, inclusive, deu declarações à rádio Lagoa Dourada nesta terça-feira (5) sobre a chapa com ex-governador paulista. “Então eu e o Alckmin podemos estar juntos na chapa. Eu vou ter uma reunião na sexta-feira em que o PSB vai propor o Alckmin de vice e isso nós vamos levar para discutir no PT. E você pode ficar certo que, se nós estivermos juntos, vamos reconstruir o Brasil, porque somos dois democratas, gostamos da democracia, exercemos a democracia e temos como prova o exercício dos nossos mandatos.”

Enquanto a chapa nacional caminha para formalização nos próximos meses, os dois partidos ainda precisam definir alianças nos estados.

Em São Paulo, onde Márcio França (PSB) não pretende recuar da candidatura em favor de Fernando Haddad (PT), a situação está indefinida.

O cenário também é complicado no Rio, porque o PSB insiste em lançar Marcelo Freixo e Alessandro Molon, apesar da oposição pública da direção nacional e estadual do PT.

CNN Brasil

Governo flexibiliza uso de máscaras no RN

Novo decreto deve ser publicado em edição extra do DOE desta quarta-feira (6)

O Governo do Rio Grande do Norte irá publicar novo decreto que flexibilizará o uso de máscaras em locais abertos e fechados no estado, conforme recomendação do Comitê Científico de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) que discutiu, na noite desta terça-feira (5), o quadro epidemiológico e assistencial que aponta para um baixo patamar de casos, óbitos e internações.

Previsto para ser publicado em edição extra do Diário Oficial do RN (DOE-RN) desta quarta-feira (6), o novo documento irá suspender o decreto que estaria em vigor até o dia 8 para colocar em vigência as novas medidas, que incluirão ainda a orientação do uso contínuo de máscara para todas as pessoas que estejam com sintomas gripais e grupos mais vulneráveis à Covid-19, como idosos e imunossuprimidos.

“A ciência sempre vai pautar nossas decisões no que diz respeito à pandemia. Então, continuaremos avançando com a vacinação, quem ainda não tomou as doses recomendadas, complete o seu esquema vacinal!”, lembrou a governadora Fátima Bezerra.

O Comitê discutiu também questões como a manutenção do reforço à campanha de vacinação contra a Covid-19, vigilância de casos e outros pontos. As recomendações completas estão previstas para serem publicadas amanhã.

Serviços de saúde e compras na internet crescem na pandemia

Teletrabalho, home office ou trabalho remoto.

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Dados estão em pesquisa do Comitê Gestor da Internet

Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil – Brasília

Pesquisa do Comitê Gestor da internet (CGI.Br) confirmou o aumento do uso da rede para atividades diversas durante a pandemia de covid-19. Segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (4), a busca por serviços de saúde e as transações financeiras foram as duas práticas mais populares entre os internautas no Brasil.
O estudo “Painel TIC Covid-19 – 4ª edição” mostrou que 77% dos entrevistados relataram ter buscado informações sobre consultas, procedimentos e outros serviços de saúde
Em pesquisa semelhante realizada pelo CGI antes da pandemia, a TIC Domicílios 2019, o índice foi de 51%. As medidas de restrição e distanciamento social e a preocupação com a prevenção e o combate à pandemia contribuíram para o cenário.
Conforme o levantamento, 53% dos consultados afirmaram ter feito algum tipo de procedimento pela internet em serviços de saúde pública, como marcação de consultas e outros serviços do Sistema Único de Saúde.
A telessaúde cresceu. As práticas mais comuns foram acesso a resultados de exames (33%), agendamento de consultas médicas (30%) e de exames (24%).
Essas práticas, no entanto, são diferentes entre pessoas de maior e menor poder aquisitivo. Enquanto nas classes A e B, o acesso remoto a exames foi feito por 59% dos ouvidos, nas classes D e E o índice cai para quase um terço, com 21%. Seguindo a mesma tendência, o agendamento de consultas foi relatado por 51% das pessoas das classes A e B, mas somente por 19% das classes D e E.
Entre os entrevistados, 26% relataram ter feito consultas online. Nesse caso também há desigualdades, ocorrendo em 40% das classes A e B e em 20% das classes D e E. Os aplicativos de mensagens foram o principal canal das teleconsultas, utilizados por 59% dos entrevistados.

Transações

Entre as pessoas ouvidas, 71% disseram ter feito consultas, pagamentos e outras transações financeira. Na pesquisa TIC Domicílio 2019, antes da pandemia, a taxa foi de 37%, quase metade. 

O índice dos que compraram produtos pela internet chegou a mais da metade, 51%.

Cursos

Os cursos a distância também foram impulsionados no cenário de pandemia e medidas de distanciamento: 33% dos participantes do levantamento disseram ter recorrido a essa alternativa, contra 13% na pesquisa TIC Domicílios 2019.

Entre os usuários de internet, 63% tiveram aulas totalmente remotas, enquanto 19% informaram que suas instituições de ensino adotaram sistemas híbridos, com parte das atividades na forma presencial.

Também na educação, as desigualdades foram mostradas pelo levantamento. Enquanto 80% dos alunos da rede privada disseram ter acompanhado aulas por sites, redes sociais ou plataformas de videoconferência, nas instituições públicas o índice foi de 65%.

Nas classes D e E, 64% usaram, em geral, telefones celulares para acompanhar as aulas. Já nas classes A e B, o índice foi de 46%.

Teletrabalho e produtos culturais

A pesquisa também avaliou a situação do trabalho na pandemia. Do total de participantes da pesquisa, 38% disseram ter entrado em home office. Assim como em outros indicadores, a disparidade foi acentuada: a prática se deu em 66% das classes A e B e 16% das classes D e E.

Das pessoas que trabalharam por aplicativos, 60% relataram ter começado durante a pandemia, evidenciando o impacto da emergência sanitária nessa migração. No caso dos motoristas e entregadores, 60% disseram ter tido problema de conexão e 45% passaram por situações de esgotamento do pacote de dados do celular.

O consumo de produtos populares online, como músicas, filmes e séries, cresceu ainda mais. Quase todos os entrevistados, 89%, disseram ter visto filmes e séries, enquanto 86% informaram ter ouvido música na internet.

Pesquisa

A pesquisa entrevistou 5.552 pessoas em julho de 2021 sobre formas de uso da internet, como telessaúde, comércio eletrônico, ensino remoto, serviços públicos online, teletrabalho e cultura.

Receita Federal prorroga prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Receita Federal decidiu prorrogar o prazo de entrega da declaração de ajuste anual do Imposto de Renda de 2022 até 31 de maio, um mês além do prazo original previsto para 29 de abril. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (5) e assinada pelo Secretário Especial da Receita Julio Cesar Vieira Gomes.

A entrega da declaração do IR começou em 7 de março. Segundo a Receita, até esta segunda-feira (4), mais de 10 milhões de declarações já foram entregues. Quem não cumprir o prazo deverá pagar multa, no valor de 1% ao mês sobre o valor do imposto de renda devido.

Para o diretor executivo da Confirp Contabilidade, Richard Domingos, é importante também acompanhar situação da declaração do IR após entrega. “O ideal é continuar consultando ao aplicativo da Receita Federal, o processamento da declaração”, disse em entrevista à CNN Rádio.

“Se constatar inconsistência, o contribuinte pode explicar o motivo e fazer a retificação sem nenhum tipo de penalidade para corrigir a emissão de lançamento ou um feito incorretamente”, afirmou.

CNN Brasil

Normas para substituição de candidatos devem ser publicadas até hoje

Foto: Marcelo Camargo

Termina hoje (5) o prazo para os partidos políticos publicarem as normas para escolha e substituição de candidatos às eleições de 2022. A formalidade está prevista no calendário eleitoral e vale para as legendas que ainda não definiram a questão no estatuto interno.

A publicação das normas internas para a indicação aos cargos que serão disputados é obrigatória e deve ser enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) antes das convenções partidárias, que poderão ser realizadas a partir de 20 de julho.

A partir de hoje, os agentes públicos também estão proibidos de aumentar o salário de servidores, exceto para recompor perdas do poder aquisitivo durante o ano. A regra vale até a posse dos eleitos.

Título de eleitor

Outras datas também devem ser observadas no calendário eleitoral. O eleitor tem um mês para regularizar a situação na Justiça Eleitoral e ficar apto a votar. A partir de 4 de maio, o cadastro eleitoral será fechado e nenhuma alteração poderá ser feita nos registros.

Para verificar se há pendências, o eleitor deve entrar no site do TSE e checar se há algum débito em seu nome, pela aplicação de multa por não ter votado em eleições anteriores, caso mais comum de irregularidade.

O pedido de transferência do local de votação também pode ser feito pelo site. A medida se aplica aos brasileiros que mudaram de cidade. Entre as regras, é necessário que o eleitor esteja morando no município há pelo menos três meses.

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Um eventual segundo turno para a disputa presidencial e ao governo estadual será em 30 de outubro.

Agência Brasil

Prefeitura inaugurou o Anexo da Unidade Básica de Saúde João Adelino Sobrinho na Comunidade Conceição

A Prefeitura junto a Secretária de Saúde, têm como propósito chegar com o atendimento da Saúde, em todos os setores do Município.

A Prefeitura Municipal de Nova Cruz, por meio da Secretaria de Saúde, inaugurou o Anexo da Unidade Básica de Saúde João Adelino Sobrinho na Comunidade Conceição6 , no ASSENTAMENTO José Rodrigues Sobrinho, no dia 01.04.20

A Prefeitura junto a Secretária de Saúde, têm como propósito chegar com o atendimento da Saúde, em todos os setores do Município.

“A luta por uma saúde pública de qualidade é uma marca em nossa gestão e seguiremos sempre com esse objetivo.

Na manhã do dia 01 inauguramos o anexo da Unidade Básica de Saúde da Conceição, no Assentamento, pensando em melhor atender os moradores da localidade.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Nova Cruz